Dúvidas Bíblicas - Levíticos

Por que Deus estabeleceu o procedimento do bode emissário, e o que isso representa?

Por que Deus estabeleceu o procedimento do bode emissário, e o que isso representa?
Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

REFERÊNCIA: Levítico 16.6-22

PROBLEMA: Em Levítico 16 foi estabelecido o procedimento para o Dia da Expiação, determinando-se que um bode fosse morto como oferecimento pelo pecado, para propiciação no Lugar Santo, e que se fizesse a confissão dos pecados de Israel sobre a cabeça de outro bode, que seria enviado para o deserto. Entretanto, isso não constitui uma figura adequada, devido à duplicidade de sacrifícios, pois há apenas um sacrifício por nossos pecados, e não dois (Hb 10.14).

SOLUÇÃO: O procedimento com respeito ao bode emissário não nos fornece uma figura distorcida nem descabida da redenção. Cada um dos dois animais mencionados na descrição dos procedimentos a serem feitos no Dia da Expiação representa um aspecto da obra realizada por Cristo, e quando ele, de uma vez por todas, fez a expiação de nossos pecados.

Receba Estudos no Celular!

O primeiro bode era morto, e seu sangue, derramado (Lv 16.15), representando a morte substitutiva de Cristo e o derramamento de seu sangue por nossos pecados. O sumo sacerdote tinha então de tomar o bode emissário, confessar os pecados de Israel sobre a cabeça daquele bode e enviá-lo para o deserto. Isso representava o efeito de levar embora, para sempre, os pecados de Israel, e simbolizava a obra de Cristo, que era levar para sempre nossos pecados, como Isaías profetizou: “Mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos” (53.6).

Os vários aspectos da obra de Cristo na redenção são simbolizados pelo que os dois animais desempenhavam no Dia da Expiação, cada um com seu papel.

Fonte: Bíblia de Estudo – Perguntas & Repostas

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Eis-me Aqui