Estudos Bíblicos Igreja Teologia Sob Medida

Reformando a vida da igreja

Reformando a vida da igreja

O crescimento da igreja conforme relatado no livro de Atos.

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Neste vídeo, o Pr. Augustus Nicodemus orienta sua pregação com base no livro de Atos dos Apóstolos e enfatiza o registro de relatórios acerca do crescimento da Igreja daquele tempo, os quais refletem a preocupação de Lucas com o desenvolvimento e crescimento da Igreja. Esses  relatórios indicam uma pretensão de criar uma relação entre o crescimento da Igreja e o contexto da época. A verdade é que,  mesmo sendo um livro histórico, é possível tirar dele lições doutrinárias, que são de grande utilidade na vida da igreja contemporânea.

 

O Livro de Atos também registra a transição entre o Evangelho do Velho Testamento e o do Novo Testamento, por meio dos apóstolos de Jesus. Além, é claro, de caracterizar-se como livro teológico, pois busca por meio da narração de Lucas a demonstração da pretensão de Jesus a levar o Evangelho a todas as nações, por intermédio dos apóstolos, sendo assim contado a partir de uma perspectiva teológica.

Receba Estudos no Celular!

Com o objetivo de oferecer insumos para, de fato, reformar a vida da igreja, vamos compartilhar os pontos destacados pelo teólogo Nicodemus. Vale refletir sobre cada um deles acerca da realidade vivida em nossa igreja local. Eis os relatórios, num número de dez:

O crescimento correto da igreja decorre na pregação da Palavra

De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas.- Atos 2:41

O crescimento correto da igreja decorre da pregação da Palavra de Deus, inspirada pelo Espírito Santo de Deus. Há aqui o relato das primeiras conversões após a rejeição do Senhor Jesus pelo povo e seu arrependimento diante do sermão de Pedro. A pregação da Palavra de Deus conforme à sã doutrina é vital para o crescimento da Igreja.

A comunhão cristã no desenvolvimento da Igreja

Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. Atos 2:47

A relação aqui é de que o crescimento contínuo da Igreja decorre do crescimento e vida da comunidade local, exercitando o amor entre os irmãos, a solidariedade e a comunhão cristã e, assim, concorrendo, segundo a graça e misericórdia do Senhor, para alcançar a salvação.

A coragem é necessária na missão apostólica

E lançaram mão deles, e os encerraram na prisão até ao dia seguinte, pois já era tarde. Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil. Atos 4:3,4

A resistência dos apóstolos – segundo a sua coragem e disposição, diante das autoridades contra o cristianismo, em levar e compartilhar o Evangelho, a qualquer custo, inclusive o da morte –  fica como lição de que os seguidores de Cristo devem ter coragem para aceitar os desafios que a missão requer.

A palavra viva alcança a todos

E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma do que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns. Atos 4:32

O senso de comunidade e compaixão moveu a igreja do primeiro século de tal forma que o dinheiro não era um empecilho entre os membros.

A pregação da sã doutrina revela a saúde da igreja

E a multidão dos que criam no Senhor, tanto homens como mulheres, crescia cada vez mais. Atos 5:14

 Aqui, o foco é a pregação do verdadeiro Evangelho, a fim de a Igreja crescer por meio dos princípios orientados segundo a vontade de Deus e não dos interesses dos homens da Igreja. É preciso manter a pureza da Igreja, de forma a torná-la sem rugas; sem mácula.

Primeiros desafios da Igreja

E crescia a palavra de Deus, e em Jerusalém se multiplicava muito o número dos discípulos, e grande parte dos sacerdotes obedecia à fé. Atos 6:7

O objetivo de Lucas era explicar um dos desafios vivenciados em detrimento do crescimento da igreja: a murmuração. Lemos no versículo 1:

Ora, naqueles dias, crescendo o número dos discípulos, houve uma murmuração dos gregos contra os hebreus, porque as suas viúvas eram desprezadas no ministério cotidiano. Atos 6:1

Quando a comunidade aumenta é natural que os líderes se sobrecarreguem e que, por isso, os membros da igreja comecem a se queixar. É preciso, portanto, refletir sobre o serviço prestado: existe algo a desejar ou as murmurações são apenas frutos das sementes de divisão de Satanás? Nesse contexto, os apóstolos focaram apenas na pregação da Palavra de Deus e delegaram a outros líderes a execução de atividades mais rotineiras, de forma que isso não prejudicasse o crescimento da Igreja.

Vencendo os desafios

Assim, pois, as igrejas em toda a Judéia, e Galiléia e Samaria tinham paz, e eram edificadas; e se multiplicavam, andando no temor do Senhor e na consolação do Espírito Santo. Atos 9:31

Um dos fatores primordiais para o crescimento da Igreja é quando Deus proporciona um ambiente favorável ao seu crescimento, eliminando opositores ou os convertendo, como foi com Saulo que se fez Paulo. A verdade é que apesar dos obstáculos e percalços ao crescimento da Igreja, diante da oração, Deus favorece o crescimento e a multiplicação da Palavra de Deus, eliminando os opositores e inimigos da Igreja. Deus é por nós se somos por Ele.

Respeito às diferenças para o crescimento da igreja

De sorte que as igrejas eram confirmadas na fé, e cada dia cresciam em número. Atos 16:5

A comunhão cristã entre gentios e judeus de forma a buscar a conciliação, daquilo que não é essencial, com o fim principal de promover e fortalecer o crescimento e multiplicação da Igreja, por meio da fé e do respeito mútuo.

Crescimento e prevalência da palavra do Senhor

Assim a palavra do Senhor crescia poderosamente e prevalecia. Atos 19:20

Deus está no controle de tudo e promove o crescimento da Igreja por meio da pregação fervorosa e fiel da Palavra, com ousadia, oração e destemor. Diante de uma vida espiritual saudável, influenciadora e com foco na pregação e propagação da Palavra de Deus.

Conclusão

Esses relatos são para nós como um guia de implantação de igrejas e de formas para resguardar a forma da missão apostólica. Sabemos que a vida em comunidade é um desafio, mas, por fazermos parte da Igreja de Cristo, Ele nos dá conhecimento, força e meios para fazer com que sua palavra e suas boas aventuranças sobrevenham aos que ainda não creram. A missão da igreja é sublime e fazer parte dela é uma dádiva, que vem direto do trono da graça.

Fonte: eismeaqui.com.br

Postagem Original:

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Right Menu Icon
%d blogueiros gostam disto: