A Verdade sobre o Homem

Reflexões sobre o “livre-arbítrio” Lutero – Parte 2

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

A Questão

A questão é: Possui o homem algo chamado “livre-arbítrio”? Pode um ser humano, voluntariamente e sem qualquer ajuda, voltar-se para Cristo, para ser salvo de seus pecados? Erasmo respondia com um “Sim!” Lutero, com um ressoante “Não!” Lutero estava convencido de que o conceito do “livre-arbítrio” fere no âmago a doutrina bíblica da salvação exclusivamente pela graça divina. Necessitamos ter a mesma convicção. Precisamos combater o “livre-arbítrio” tão vigorosamente quanto o fazia Lutero. Erasmo, o seu opositor, dizia: “Posso conceber o ‘livre-arbítrio’ como um poder da vontade humana, mediante o qual um homem pode aplicar-se àquelas coisas que conduzem à eterna salvação, ou pode afastar-se delas”. A isso devemos replicar com um resoluto “Não! O homem já nasce como escravo do pecado!” O homem não é livre.(Prefácio do livro Nascido Escravo, de Marinho Lutero, disponibilizado pela Editora Fiel – Leia um trecho do livro)

Não Cumprimos A Lei, Não Há Livre-Arbítrio

Receba Estudos no Celular!

Todos Pecaram, Não Há Livre-Arbítrio

O Livre Arbítrio É Falso

Por Martinho Lutero

{jacomment on}

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eis-me Aqui