Radicais hindus invadem casas para atacar cristãos durante cultos domésticos

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Agressão contra os fiéis reunidos para orar representa um grave episódio de intolerância religiosa na Índia.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

O pastor Anand Hari, que liderada a Igreja do Evangelho Pleno, foi seriamente agredido quando estava em uma casa na aldeia de Panch Gachia, na Índia, onde realizava um culto com famílias cristãs. Depois das agressões o pastor precisou ser hospitalizado e está em estado grave.

Um líder cristão disse que “os fiéis de outras religiões podem se reunir onde quiserem, mas os cristãos não podem nem orar”.

Um grupo de cristãos foi atacado em Bengala Ocidental por fanáticos hindus reunidos para orar na casa de um crente. A informação foi dada por Shibu Thomas, fundador da Persecution Relief, que está defende os cristãos discriminados na Índia. “Os agressores não pouparam nem as mulheres”, protesta.

Receba Estudos no Celular!

Shibu Thomas diz que o ataque na aldeia de Panch Gachia, distrito de Paschim Bardhaman, aconteceu por volta das 7 da manhã (hora local). Além do pastor, ele relata que havia oito mulheres e dois meninos.

“Cerca de 15-20 minutos após o início da reunião, 20 pessoas de repente invadiram a casa e começaram a bater em todos os presentes com punhos, chutes e paus. Então eles fugiram, deixando os feridos no chão”, contou o fundador da Persecution Relief.

Shibu Thomas disse também que o incidente atraiu a atenção de outros fiéis cristãos, que levaram o reverendo ao hospital do governo, onde ele ainda está hospitalizado.

A agressão contra os fiéis reunidos para orar representa um grave episódio de intolerância religiosa, menos de um mês depois das eleições gerais.

“Na Índia tornou-se difícil até orar em casas particulares usadas como locais de culto. Além disso, as igrejas são atacadas, destruídas, queimadas e vandalizadas”, disse o fundador da Persecution Relief, que emendou: “A Constituição indiana estabelece a liberdade de religião e de coligação. Os fiéis estavam apenas orando”.

“Se as pessoas se reúnem e oram pelos doentes, pela nação, pela família e até pelos políticos, elas não fazem nada errado. Cristo traz felicidade e alegria nas pessoas. Ele é a luz do mundo, ele foi enviado à terra por nós, seus discípulos. É nossa responsabilidade divulgar sua mensagem o máximo possível”, disse um líder cristão.

“Ao contrário dos cristãos, os fiéis de outras religiões não têm limitações a cumprir. Eles podem orar em escritórios públicos, em propriedades privadas, sem ter que pedir permissões. Em vez disso, nós, cristãos, somos impedidos de adorar a Nosso Senhor em qualquer lugar”, concluiu Shibu Thomas.

Fonte: Guiame.com.br
Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/radicais-hindus-invadem-casas-para-atacar-cristaos-durante-cultos-domesticos.html

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Right Menu Icon