Últimas Notícias

Igrejas católicas e protestantes da Alemanha perderam 430 mil membros em 2018

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

As igrejas católica e protestante perderam mais de 200.000 membros no ano passado, segundo a Conferência dos Bispos da Alemanha e da Igreja Evangélica na Alemanha.

A Igreja Católica da Alemanha perdeu 216.078 membros, enquanto as igrejas protestantes perderam cerca de 220.000 em 2018, segundo dados publicados pela Conferência dos Bispos da Alemanha e da Igreja Evangélica na Alemanha (EKD).

No total, cerca de 23 milhões de cidadãos alemães ainda são membros da Igreja Católica e 21,14 milhões são membros das igrejas protestantes. Os dois grupos representam 53,2% da população total do país, com mais de 83 milhões de habitantes.

Receba Estudos no Celular!

Hans Langendörfer, secretário da Conferência dos Bispos da Alemanha, descreveu os números como uma estatística “preocupante”.

“Toda partida dói”, disse Heinrich Bedford-Strohm, presidente da EKD. “Já que as pessoas de hoje, diferentemente do passado, decidem por liberdade se querem pertencer à igreja, é importante para nós hoje esclarecer por que a mensagem cristã é uma base tão forte para a vida”.

O pedido de desmembramento da igreja pode ser obtido oficialmente por meio de uma declaração em uma agência do governo local ou por um tribunal distrital. Não há necessidade de justificar o motivo da saída.

A menos que seja feita uma declaração oficial de renúncia, os membros das igrejas católicas e protestantes pagam até 9% de sua renda como imposto da igreja, gerando bilhões de euros em renda para ambas as organizações. O dinheiro é deduzido automaticamente, assim como os impostos sobre folha de pagamento ou seguro social.

Projeção de queda

A filiação à igreja na Alemanha vem caindo há anos. Um estudo publicado pela Universidade de Friburgo em maio concluiu que o número de pessoas pertencentes às duas principais igrejas da Alemanha cairá pela metade em 2060.

As principais razões para o declínio de membros nas duas igrejas são a queda de adultos na igreja, menos batismos e envelhecimento da população, disseram os pesquisadores.

O estudo previu que os membros das duas igrejas cairão de cerca de 45 milhões para 34,8 milhões até 2035 e 22,7 milhões até 2060.

Embora não existam estatísticas sobre as razões para as saídas, pesquisas conduzidas por autoridades nos últimos meses sugerem uma conexão com escândalos de abuso sexual envolvendo a Igreja Católica.

Fonte: Guiame.com.br

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/igrejas-catolicas-e-protestantes-da-alemanha-perderam-430-mil-membros-em-2018.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba