Vietnã prende 33 cristãos por não se curvarem a Buda

Vietnã prende 33 cristãos por não se curvarem a Buda
Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Eles se recusaram a negar Jesus e a adorar uma imagem do Buda em lugar público.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

Oficiais do governo vietnamita agrediram e prenderam vários cristãos Hmong depois que eles se recusaram a renunciar à sua fé em Cristo. As informações foram transmitida pelo grupo de vigilância da perseguição International Christian Concern (ICC).

O pastor Hoang Van Pa disse à ICC que se trata de 33 cristãos da aldeia de Pha Lom, comuna de Tam Hợp, Nghệ Jesus que estão enfrentando consequências por não renegar a fé em Cristo e adorar a Buda.

Hoang conta que a polícia reuniu informações pessoais sobre os 33 crentes e realizou um julgamento aberto perante a comunidade. Os oficiais apresentaram uma imagem do Buda e tentaram forçar os cristãos a abandonar sua fé e adorar a estátua. Quatro dos cristãos foram presos e espancados, e oficiais do governo continuaram a perseguir protestantes em vários outros ataques durante novembro e dezembro.

Receba Estudos no Celular!

O cristianismo e a comunidade Hmong são alvos frequentes tanto do governo quanto das comunidades vizinhas. “Em um país comunista, o cristianismo é visto como antipatriótico ou uma ameaça ao regime e por isso enfrentam discriminação, assédio, grilagem de terras, tortura e prisão”, escreveu a gerente regional da ICC, Gina Goh.

Os cristãos compõem quase um terço dos Hmong no Vietnã, cerca de 300 mil pessoas.

Perseguição

O representante da Equipe de Inspeção Interdisciplinar explicou que o Vietnã proibiu a fé cristã protestante e procura expulsar aqueles que se recusam a renunciar a sua fé em Jesus. Em 2018, mais de 100 crentes foram expulsos da província de Yen Bai e da província de Lao Cai.

De acordo com a Missão Portas Abertas, os cristãos em áreas remotas “experimentam a mais intensa perseguição”, porque as igrejas estão crescendo rapidamente lá. O Vietnã está entre os 50 principais países onde a perseguição aos cristãos é mais severa.

No ano passado, 24 cristãos foram atacados por uma multidão por sua fé nas terras altas do noroeste do país e mandados embora.

“Os ataques e atos de perseguição contra comunidades religiosas se multiplicaram recentemente no Vietnã”, observou o Comitê de Direitos Humanos do Vietnã em um comunicado. “As autoridades estão invocando a lei para criminalizar atividades religiosas legítimas, criando um clima de impunidade para uma ampla gama de violações da liberdade de religião ou crença”.

Risco

Evangelizar no Vietnã é uma tarefa arriscada. Um crente com o nome de Bao, que trabalha com o grupo de vigilância de perseguição Portas Abertas dos EUA, revelou ter arriscado sua vida para distribuir mais de 100 mil Bíblias infantis no país.

“Quando eu distribuo Bíblias para crianças nas grandes igrejas, elas honram o livro não apenas como um dom gratuito, mas como material para ensinar a Palavra de Deus. Eles também usam este livro para evangelismo. E acredito que está indo mais longe, e que seu impacto espalha-se mais amplamente”, disse Bao sobre o Projeto Bíblico para Crianças Portas Abertas.

“A Palavra de Deus deve ser fácil para as pessoas alcançarem. A Bíblia das crianças é uma das maneiras mais fáceis de permitir que diferentes tipos de pessoas saibam sobre Deus. Acredito que este é o trabalho de um semeador. Nós continuamos a semear e Deus continua a fazer [a obra] crescer”, explicou.

Fonte: Guiame.com.br

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/vietna-prende-33-cristaos-por-nao-se-curvarem-buda.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Right Menu Icon