Cidadania e Política Igreja Perseguida Últimas Notícias

Jovem cristão é condenado a prisão perpétua, no Paquistão

Jovem cristão é condenado a prisão perpétua, no Paquistão
Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Os pais de Yaqoob Bashir estão tentando apelar para que a justiça seja feita, mas ainda não houve qualquer resposta do tribunal.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

O jovem Yaqoob Bashir Masih foi acusado de blasfêmia aos 20 anos, em junho de 2015. Ele está preso desde então, no Paquistão. Recentemente, Yaqoob foi sentenciado à prisão perpétua.

condenação se deu pelo fato do jovem ter queimado um livreto que continha versos do alcorão. A família apelou duas vezes para libertá-lo sob fiança, mas todos os pedidos foram negados.

Yaqoob é conhecido onde morava como “Kala”. A vizinhança relata que ele apresentava dificuldades de aprendizagem. Um vizinho dele, Mushtaq Masih, contou à Portas Abertas o que testemunhou.

Receba Estudos no Celular!

O vizinho relatou que era por volta das 7h da manhã quando iniciou comentários pela localidade. Em seguida, ele viu que Yaqoob estava apanhando de uma multidão.

Neste momento, seu irmão mais velho perguntava: “Onde está a cópia do alcorão que o líder religioso te deu?” Por fim, jogaram querosene nele e ameaçaram incendiá-lo se não contasse onde estava o livro.

Yaqoob disse que havia queimado o livro e depois o enterrado. O vizinho disse que Bashir havia pedido uma cópia do alcorão ao líder islâmico dizendo que suas irmãs queriam ler. Mas ao invés disso, ele o levou para casa e queimou.

Preso e condenado

Relatos pontuam que alguns estudantes de escola corânica (onde se estuda o livro sagrado do islã) o viram queimar o alcorão e então informaram o líder islâmico. A polícia foi informada do acontecimento e também da confissão do jovem. Por este motivo ele foi preso.

Sabe-se que no Paquistão, blasfêmia contra o islã é um crime muito delicado, sempre levando à violência da multidão. Os locais dizem que até mesmo delegados temem represálias ao investigar casos de blasfêmia e juízes temem se posicionar a favor dos acusados.

Depois que o jovem foi condenado a prisão perpétua, os pais ainda tentarão apresentar um pedido para revogar a decisão que será entregue dentro de um mês. No entanto, é muito provável que leve anos para que o mesmo seja ouvido e haja uma mudança em favor de Yaqoob.

A Portas Abertas pede que os cristãos ao redor do mundo possam orar para que seja feita justiça nessa situação, pela vida de Bashir e pela igreja perseguida do Paquistão.

Fonte: Guiame.com.br

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/jovem-cristao-e-condenado-prisao-perpetua-no-paquistao.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba