Cidadania e Política Notícias sobre Israel Últimas Notícias

“A conexão entre Brasil e Israel já está dando frutos espirituais”, analisa rabino

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Em entrevista ao Guiame, o rabino messiânico Mário Moreno fala sobre os benefícios espirituais da aproximação entre Brasil e Israel.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

Para o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, e o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, a aproximação entre Brasil e Israel irá fortalecer a economia e tecnologia de ambos os países. Segundo uma análise do rabino messiânico Mário Moreno, os benefícios dessa parceria também são espirituais.

“O Eterno disse a Abraão: ‘abençoarei os que te abençoarem’. O Brasil, quando se conecta com Israel, gerando algo inédito na nossa história, reconhece a mão do Eterno e faz com que a história dos dois países tome outro rumo”, disse o rabino em entrevista ao Guiame.

Receba Estudos no Celular!

Moreno citou o diplomata brasileiro Oswaldo Aranha, que foi um dos grandes responsáveis pela aprovação da partilha na ONU que culminou na criação do Estado de Israel, em 1947.

“O Brasil tem uma importância histórica na criação do Estado de Israel. Hoje essa importância histórica também se transformou em uma importância espiritual, porque a conexão já está fazendo com que haja uma mudança nos céus do Brasil”, analisa.

O rabino afirma que “a conexão com Israel já está trazendo frutos espirituais”. “Eu não sei se nossos irmãos evangélicos conseguiram perceber isso, mas o mover do Espírito está mais fácil dentro da nossa nação. Há um aceleramento nas coisas que estão acontecendo diante do Senhor na igreja”.

Mudança da embaixada brasileira

Moreno acredita que essa atmosfera espiritual pode se potencializar quando Bolsonaro cumprir a promessa de transferir a embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém, reconhecendo Jerusalém como capital de Israel. “Isso será um marco tremendo na nossa nação”, pontua.

Embora haja uma pressão para que o governo brasileiro não vá adiante com a mudança da embaixada, o rabino nota que Bolsonaro teve uma compreensão mais ampla sobre a importância de Israel do que os governos anteriores.

“Há um espírito de antissemitismo que é muito antigo e tem atuado em diversos segmentos do mundo — principalmente na ONU e nos países árabes, que desejam o extermínio de Israel”, afirma. “Sempre vão ter instituições que vão pressionar o presidente para que ele não faça isso. O Eterno é quem está colocando isso em seu coração, porque quando ele foi a Israel, ele compreendeu quem é Israel”.

O rabino acredita que, se a promessa de Bolsonaro for concretizada, o Brasil poderá ser espiritualmente beneficiado. “Nós vamos ver o avivamento que sempre temos falado. Mas não vai ser um avivamento de barulho, vai ser um avivamento de conhecimento da Palavra do Eterno, de relacionamentos e de mover profundo”.

Brasil e o Terceiro Templo

Durante sua visita a Israel, Bolsonaro assinou um livro que expressa seu apoio à construção do Terceiro Templo, logo após visitar o Muro das Lamentações ao lado de Netanyahu. Moreno explica que esse ato tem significados proféticos, pois o Templo “vai ser um marco na história do mundo”.

“O Primeiro Templo foi inaugurado em uma festa de Sucot (Festa dos Tabernáculos), o Segundo Templo foi inaugurado em uma festa de Sucot e temos certeza que o Terceiro Templo será inaugurado em uma festa de Sucot. Segundo a tradição judaica, a redenção final virá no mês de Tishrei, que é justamente o mês em que acontece a festa de Sucot. O arrebatamento vai acontecer no fim da colheita, que é justamente celebrada em Sucot”, explica.

O rabino também relaciona a construção do Terceiro Templo com a ascensão do anticristo. “O apóstolo Paulo disse que o homem do pecado se assentaria no templo de Deus, proclamando que ele mesmo é Deus (2 Ts 2:3-4). Como ele vai se assentar lá se o Templo não existe? Para que ele possa se assentar lá, todo o processo deve ter acontecido, e esse processo se chama arrebatamento. Nós cremos que o arrebatamento irá acontecer antes da inauguração do Terceiro Templo”, afirma.

Ele observa que o Brasil está fazendo parte de dois acontecimentos importantes para Israel: seu nascimento e redenção. “O Brasil está sendo participante não só do nascimento da nação de Israel, mas também do processo redentivo de Israel e todo o mundo, apoiando a reconstrução do Terceiro Templo”.

Fonte: Guiame.com.br

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/israel/conexao-entre-brasil-e-israel-ja-esta-dando-frutos-espirituais-analisa-rabino.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba