Últimas Notícias

Líderes cristãos do Iraque pedem ajuda à União Europeia

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Líderes cristãos do Iraque estiveram reunidos com representantes da União Europeia (UE) pedindo ajuda diante da fuga dos cristãos do país por conta dos ataques jihadistas.
O patriarca da Igreja Caldéia do Iraque..

Eles acreditam que uma solução política pode impedir a guerra civil que tem afastado os cristãos do país

Receba Estudos no Celular!

por Leiliane Roberta Lopes

 

Líderes cristãos do Iraque estiveram reunidos com representantes da União Europeia (UE) pedindo ajuda diante da fuga dos cristãos do país por conta dos ataques jihadistas.
O patriarca da Igreja Caldéia do Iraque, Luis Sako, e o bispo de Mossul, da Igreja Católica Síria, Yohann Petros Mouche, estavam juntos pedindo ajuda para preservar a minoria cristã do país.
“Esperamos que se comprometam para salvar o que pode ser salvo”, disse Sako que espera por uma “solução política” para dar fim à crise que tem tomado conta do país forçando os cristãos a fugirem para o Líbano e Turquia.
“Se nada mudar, a presença cristã será apenas simbólica devido à fuga dos cristãos para os países vizinhos, Europa e Estados Unidos”, disse Sako.
O Iraque deve ter hoje entre 400 mil a 500 mil cristãos, número inferior ao registrado em 2003 quando eram em um milhão.
“Somos uma minoria muito frágil, já que não temos exército nem milícias”, lembrou o patriarca que se preocupa com a situação local. “Os europeus têm um dever moral com o Iraque”, declarou.
Os jihadistas já ocuparam diversas cidades iraquianas, em Mossul igrejas caldeias e sírias ortodoxas foram ocupadas por insurgentes afastando os cristãos que ali moravam, em 2003 eram 35 mil deles antes da invasão americana.

Com informações G1

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.