Cidadania e Política Igreja Perseguida Últimas Notícias

Cristãos denunciam série de incêndios em igrejas no Egito: “Não é uma coincidência”

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!


Apesar da polícia dizer que suspeita de curto circuitos, líderes e fiéis das igrejas afirmam que não existe esta possibilidade.

Três igrejas coptas na região do Alto Egito foram atingidas por uma série incêndios nas últimas três semanas, o que, segundo os coptas, “não é uma coincidência”.

Na manhã da sexta-feira, 1º de novembro, um incêndio começou em um salão adjacente da Igreja de Mar-Girgis (São Jorge) al-Gyoushi, no distrito de Shubra, na capital Cairo e foi apagado antes de causar danos graves. Ninguém ficou ferido.

Receba Estudos no Celular!

No entanto, cinco pessoas, sendo que duas delas eram bombeiros, foram feridas em outro incêndio que ocorreu na manhã de 16 de outubro na Igreja Ortodoxa Mar-Girgis em Mansoura, 120 km a nordeste do Cairo, duas semanas antes. O incêndio destruiu completamente a capela de madeira no andar superior da igreja.

Três dias antes, na noite de domingo, a famosa igreja ortodoxa de madeira de Mar Girgis, no distrito de Helwan, no sul do Cairo, também pegou fogo.

Nos três casos, as investigações ainda estão em andamento e curtos-circuitos elétricos são mencionados como possíveis causas. Mas os coptas não estão convencidos.

O padre Samul Mohsen, da Igreja de Mar Girgis, em Mansoura, disse à agência World Watch Monitor que foi alertado por meninas da escola, que gritavam que a igreja estava pegando fogo. Como ele mora nas proximidades, foi imediatamente verificar e encontrou “um enorme incêndio em erupção na capela, no andar superior da igreja e no salão de serviços anexado a ela”.

“O incêndio começou no teto de madeira do salão adjacente”, afirmou.

Fogo e fumaça podiam ser vistos vindos do teto da igreja, conforme mostra o vídeo abaixo:

Samul disse que as imagens da CCTV mostraram que algo foi jogado no telhado do mercado de vegetais, atrás da igreja. Imagens de outra câmera, capturadas ao mesmo tempo, mostram o início de um incêndio no teto de madeira do santuário. As câmeras não são direcionadas ao nível do solo e, portanto, não registraram quem poderia ter jogado algo no telhado.

A capela de madeira no segundo andar da igreja foi construída em 2003 e o padre Armia Iskandar – que também é engenheiro elétrico – disse que era improvável que um curto-circuito elétrico tivesse causado o incêndio.

“Quando construímos a igreja, projetamos os circuitos elétricos da melhor maneira possível e sempre desligamos tudo quando não estamos por perto. Além disso, o painel de distribuição de eletricidade está equipado com dispositivos para proteção contra sobrecorrente e alta tensão”, explicou.

“Nossa perda é grande”

A igreja ortodoxa copta de Mar Girgis em Helwan, a primeira em chamas, tinha uma estrutura de madeira, construída em 1898 pela comunidade alemã e desde 1971 usada pela igreja copta para adoração.

“Nossa perda é grande. Perdemos um grande edifício histórico e não podemos reconstruir nada igual”, disse o padre Andrawes Azmy, que lidera a igreja há 30 anos, ao World Watch Monitor.

Algumas horas depois que ele saiu, trancando o prédio, ele recebeu um telefonema com a notícia de que o local estava pegando fogo.

“Eu imediatamente corri para a igreja e a encontrei pegando fogo com muita fumaça enchendo o local. O antigo prédio de madeira queimou muito rápido e o fogo destruiu tudo lá dentro, mesmo antes da chegada dos bombeiros ”, afirmou. A liderança da igreja chamou engenheiros elétricos para verificar sinais de curto-circuito, mas não encontraram nenhum.

No domingo seguinte (20 de outubro), no entanto, a congregação estava de volta para uma missa em sua igreja, ainda danificada pelo fogo.

Como todos os três incêndios estão sob investigação, a polícia ainda não divulgou outras declarações.

Mas uma fonte local, que não quis ser identificada por razões de segurança, disse à agência WWM que, pouco antes dos incidentes, a segurança nacional egípcia havia pedido às igrejas que verificassem suas câmeras de para garantir que estavam em boas condições.

“Isso indica que a segurança nacional tinha informações sugerindo que algumas igrejas no Egito seriam atacadas”, disse ele.

Fonte: Guiame.com.br

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/cristaos-denunciam-serie-de-incendios-em-igrejas-no-egito-nao-e-uma-coincidencia.html

Hotel em Promoção - Caraguatatuba