Cidadania e Política Igreja Perseguida Últimas Notícias

Assassinato de evangelista causa a propagação do Evangelho na Etiópia

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!


A morte do evangelista Abraham incentivou outros líderes cristãos a fazer um esforço maior para alcançar os muçulmanos com o Evangelho.

Assim como o apóstolo Paulo louvou a Deus enquanto esteve preso, Birtukan louvou a Deus quando sua vida se desfez. Birtukan e seu marido, Abraham, atuavam como evangelistas em Worabe, uma cidade de maioria muçulmana na Etiópia.

Em 2010, eles foram atacados por três homens muçulmanos com barras de metal. Birtukan estava grávida de sete meses, mas ainda assim tentou intervir e salvar seu marido. Abraham foi morto vendo sua esposa e filho sendo brutalmente agredidos.

Receba Estudos no Celular!

Birtukan acordou no hospital e soube da morte do marido, mas sentiu-se grata pela sobrevivência milagrosa de seu bebê. No processo do luto, ela questionou a bondade de Deus, já que Abraham sempre foi um homem dedicado ao Evangelho. Mesmo em meio a grande dor, ela clamou ao Senhor.

Foi então que o gerente regional da International Christian Concern a conheceu e a ajudou comprando suas três vacas. Quando ela soube que os cristãos do Ocidente queriam apoiá-la, ela sentiu-se cheia de gratidão.

“Os cristãos na América realmente ouviram falar de mim? Ontem eu tinha clamado a Deus e disse: ‘Senhor, eu fui esquecida? Existe alguém para me ajudar?’ Em seguida, um homem de Deus da nossa aldeia orou por mim e disse: ‘Deus nunca te abandonará’. Eu acreditei naquela palavra. Eu estava clamando [a Deus] ontem e você está aqui hoje, com a ajuda que eu precisava”, disse Birtukan ao homem.

Sabendo do chamado bíblico para “defender a causa do órfão e da viúva”, a International Christian Concern construiu uma pequena casa para ela e sua filha; e a reprodução e extração de leite das vacas tornaram-se uma fonte de renda.

Despertar evangelístico

Poucos dias depois, Birtukan deu à luz uma menina, chamada Berhane. “Eu a nomeei Berhane, que significa luz, porque o derramamento de sangue do pai dela derramou a luz do Evangelho sobre os muçulmanos na cidade onde ele deu sua vida”, disse Birtukan.

Houve um aspecto muito profético para a escolha do nome “Berhane”, que se tornou claro um ano depois de seu nascimento.

Depois da morte de Abraham, vários líderes cristãos na cidade foram desafiados por seu sacrifício e prometeram continuar seu trabalho. Eles começaram a levar o Evangelho a muito mais muçulmanos do que antes.

“A queda de um irmão fez com que eles se levantassem e corressem para a frente da batalha”, disse o presidente da International Christian Concern, Jeff King.

“Este é o grande segredo da Igreja Perseguida. Eles prosperam apesar da sua grande dor, porque eles se apoiam na confiança e bondade de Deus, mesmo quando eles sofrem muito. Eles se lembram que têm uma grande recompensa os esperando no final de suas vidas, e que suas lutas atuais são ‘leves e momentâneas’”, analisou King.

“Eu tenho muito a aprender com eles! Os perseguidos me ensinaram muito”, reconhece King. “Reconhecer e agradecer a Deus por Seu plano maior e Sua fidelidade incondicional no meio das lutas, é provavelmente a primeira lição que fica para mim”.

Fonte: Guiame.com.br

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/assassinato-de-evangelista-causa-propagacao-do-evangelho-na-etiopia.html

Hotel em Promoção - Caraguatatuba