Pastoras Teologia

Primeira mulher a se tornar bispo da Igreja da Inglaterra é ordenada

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

A ordenação foi realizada na catedral gótica de York

por Leiliane Roberta Lopes

A Igreja da Inglaterra, Anglicana, realizou no mês passado a ordenação da primeira mulher a se tornar bispo na denominação. A escolhida para ocupar o cargo foi Elizabeth Jane Holden Lane, de 48 anos, que vai assumir como bispa de Stockport.
Mais conhecida como Libby Lane, a bispa é casa com um sacerdote da Igreja da Inglaterra e é mãe de dois filhos. Ela foi uma das primeiras mulheres sacerdotes e foi ordena junto com seu esposo em 1994.
A cerimônia aconteceu na grande catedral gótica de York sendo conduzida pelo arcebispo de Canterbury, Justin Welby, que é o líder eclesiástico da denominação e por John Sentamu, bispo de York, segundo em ordem de importância.
Libby Lane já exercia funções de bispa na diocese de Chester desde 2007, mas o cargo não era reconhecido pela corte. Formada em teologia, a nova bispa se torna a primeira mulher da Inglaterra a receber o posto, mas não é a primeira na Igreja Anglicana, pois em Gales, Estados unidos, Austrália, Canadá e na Suazilândia já existem mulheres ocupando esta função.
Ao falar sobre a primeira bispa, Justin Welby, arcebispo de Canterbury, fez diversos elogios por conta da “presença apaziguadora, seu senso de humor e sua modéstia” e afirmou que Lane “cumprirá brilhantemente suas funções”.
A ordenação feminina na Igreja da Inglaterra só foi possível após anos de discussão entre o clero, decisão que dividiu a opinião dos sacerdotes. A emenda aprovada no ano passada garantiu que “um homem ou uma mulher podem consagrar-se à função de bispo”, abrindo as portas para que Lane, e outras mulheres que ainda serão ordenadas, pudessem assumir o cargo. 

Receba Estudos no Celular!

Fonte: Gospel Prime

Divulgação: Eis Me Aqui

{jacomment on}

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eis-me Aqui