Islamismo

MPF denuncia oito pessoas ligadas ao terrorismo no Brasil

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

MPF denuncia oito pessoas ligadas ao terrorismo no Brasil

Oito pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal na última sexta-feira (16) acusadas de envolvimento com organização terrorista.

Receba Estudos no Celular!

MPF denuncia oito pessoas ligadas ao terrorismo no BrasilOito pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal na última sexta-feira (16) acusadas de envolvimento com organização terrorista.

A ação faz parte da Operação Hashtag, que antes da Olímpiada do Rio de Janeiro prendeu dez pessoas que teriam jurado fidelidade ao grupo Estado Islâmico.

Todos os denunciados já estão detidos pelo pedido de prisão temporária emitido pela justiça e cumprem a decisão na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS).

Com a denúncia, o procurador Rafael Miron quer que os suspeitos fiquem detidos preventivamente, aguardando apenas a decisão da Justiça.

Os oito homens são acusados de promoção de organização terrorista, associação criminosa, incentivo de crianças e adolescentes à prática de atos criminosos e por recrutamento para organização terrorista.

O procurador afirma que de todos esses crimes, o de recrutamento é o mais grave.

{loadposition banner_inside}

Os acusados são: Alisson Luan de Oliveira, Leonid El Kadre de Melo, Oziris Moris Lundi dos Santos Azevedo, Israel Pedra Mesquita, Levi Ribeiro Fernandes de Jesus, Hortêncio Yoshitake, Luís Gustavo de Oliveira e Fernando Pinheiro Cabral.

O grupo só foi descoberto por conta de um relatório do FBI que mostrava brasileiros envolvidos com células terroristas. Com este documento em mãos, a Polícia Federal passou a monitorá-los e levantar provas que os ligassem de fato ao terrorismo.

Fonte: Gospel Prime

Divulgação: Eismeaqui.com.br

{jacomment on}

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eis-me Aqui