Estudos Bíblicos Estudos da Semana Últimas Notícias

Deus Ordena a Moisés que Faça a Contagem do Povo Judeu

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

O Tabernáculo foi consagrado por oito dias. O última dia da consagração foi o primeiro dia de Nissan do ano 2449.

Exatamente um mês mais tarde, D’us ordenou a Moshê: “Conte os homens dos filhos de Israel entre vinte e sessenta anos de idade e anote o total de cada tribo.”

“Cada judeu que for contado deve provar a qual tribo pertence. Uma vez que a tarefa de registrar centenas de milhares de pessoas é gigantesca, seu irmão Aharon o ajudará.”

Receba Estudos no Celular!

Aharon não havia sido ordenado a participar do último censo, logo após o pecado do bezerro de ouro, para evitar que as pessoas comentassem: “Primeiro, ele faz um bezerro de ouro, e agora conta quantos sobreviveram à praga que se seguiu.”

D’us continuou: “Os líderes das tribos também ajudarão na contagem.”

Como Foi Cumprida a Ordem de D’us

Moshê reuniu imediatamente os doze líderes das tribos. Disse a eles: “D’us ordenou-lhes que me ajudassem na contagem do povo. Vamos convocar uma assembléia e comunicar a todos a ordem de D’us!”

Todos os judeus se reuniram. Moshê lhes disse: “Todos os homens acima de vinte anos devem se perfilar em frente a mim, Aharon, e os líderes das tribos. Cada homem deverá trazer consigo uma moeda de meio-shekel e os documentos para provar a qual tribo seu pai pertence.”

“A contagem começará com a tribo de Reuven.”

Por que Moshê ordenou que cada judeu doasse uma moeda? É proibido contar diretamente pessoas; ao invés disso, contariam moedas, pois a bênção Divina não paira sobre algo que foi contado ou medido.

Naquele mesmo dia o censo começou.

Isto demonstra a grande ansiedade e felicidade com as quais os líderes cumprem uma mitsvá. Geralmente, quando um censo está para se realizar, os oficiais envolvidos encontram-se primeiro, para discutir e organizar a empreitada. Certamente seria justificável que levassem um bom tempo para planejar uma tarefa tão elaborada. Moshê, Aharon e os líderes, em seu zelo por obedecer a D’us, dispensaram os preparativos e, com coordenada eficiência, começaram o censo naquele mesmo dia.

O primeiro a ser contado entregou sua moeda e disse, por exemplo: “Meu nome é Shemayá filho de Yoel.”

“Prove que seu pai é da tribo Reuven,” disseram-lhe. Shemayá mostrou-lhes uma cópia de sua árvore genealógica. Trouxe também duas testemunhas para provar que era filho de Yoel da tribo Reuven.

Todavia, levou vários dias para completar o censo de uma população tão numerosa.

O nome e ascendência de cada judeu com idade entre vinte e sessenta anos foram registradas. A população de cada Tribo foi computada, e o número total do povo determinado: 603.550 homens com idade entre vinte e sessenta anos.

A Santidade da Nação Judaica

Quando D’us deu a Torá ao povo judeu, as outras nações do mundo ficaram com inveja. “Por que eles merecem receber a Torá mais do que nós?” – reclamaram.

D’us respondeu: “Os judeus têm um grande mérito. Suas mulheres desposam apenas homens judeus, mesmo durante o tempo em que viveram entre os egípcios. Cada marido judeu permanecia fiel à sua mulher, e cada mulher ao seu marido.”

Para mostrar a todas as nações a grandeza do povo judeu, D’us, em voz alta e ressonante, ordenou a Moshê: “Conte os judeus e estabeleça a tribo de cada um!” Todas as nações do mundo ouviram a ordem. Entenderam, então, a grandeza do povo judeu.

Fonte: pt.chabad.org

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba