Estudos da Semana Últimas Notícias

A criatividade do Espírito derrota a paralisia

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Julio Severo

“Levante-se e ande,” dizia Jesus aos paralíticos, que geralmente era pessoas deficientes que não conheciam o Deus sobrenatural.

O que está acontecendo hoje é totalmente diferente. Pessoas que conhecem o Deus sobrenatural se deixaram paralisar por um mundo que, dizendo que o coronavírus é uma epidemia mortal, tolera tudo, inclusive badernas de marxistas que não respeitam nem a lei nem a ordem. Tolera e não condena. Tolera e não diz que sua conduta baderneira aumenta o risco de contágio.

Receba Estudos no Celular!

Mas não tolera cristãos que são ordeiros e não fazem badernas. Não tolera cristãos que desejam se reunir em suas igrejas. Condena-os e grita que suas reuniões trazem muito mais contágio do que multidões de baderneiros.

Algo está fundamentalmente errado quando cristãos ordeiros são sistematicamente condenados e baderneiros não.

A hipocrisia é óbvia.

Contudo, o que fazer? O cristão deve estar com os olhos abertos e os ouvidos abertos para o Espírito Santo, que não está paralisado.

Não existe ninguém mais criativo no universo do que o Espírito Santo. No século XX, quando o mundo achava que com a chegada do rádio e da televisão as igrejas morreriam, o Espírito Santo se moveu e usou um homem como Rex Humbard para iniciar um ministério pioneiro na televisão. Graças ao pioneirismo de Humbard, cultos e pregações na TV se tornaram normais.

Humbard deixou a criatividade do Espírito Santo usá-lo, e o diabo perdeu e o Reino de Deus ganhou.

A criatividade do Espírito Santo é uma força infinitamente superior à criatividade do mundo.

Portanto, com crise ou sem crise, deixe o Espírito Santo e sua criatividade usar você.

Mesmo que você não possa, por causa da pandemia, visitar pessoas, o Espírito Santo pode usar você para telefonar para alguém oferecendo oração e aconselhamento na Palavra. E pode usar você em estratégias que ninguém mais ousou.

Rex Humbard ousou usar a televisão para pregar o Evangelho quando nenhum pregador usava essa mídia por considerá-la mundana demais. Mas o Deus criativo entrou, através dele, nessa escuridão, e brilhou, e continua brilhando.

Convém-nos deixar Deus brilhar na escuridão através de nossos testemunhos estratégicos, pois em nossas paralisias Jesus nos diz o que Ele sempre disse: “Levante-se e ande.” E Ele está acrescentando: “Deixe-me encher e usar você com meu Espírito Santo criativo!”

Fonte: www.juliosevero.com

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba