Estudos Bíblicos Teologia

“Todo aquele”. Isso afirma que qualquer um pode escolher ser salvo?

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Quando vamos fazer referência à doutrina maravilhosa e bíblica da predestinação, muitos que tem preguiça e falta de temor, dizem: “Mas nós não somos livres para fazer o que quiser…

Por – Denis Monteiro

Receba Estudos no Celular!

Quando vamos fazer referência à doutrina maravilhosa e bíblica da predestinação, muitos que tem preguiça e falta de temor, dizem: “Mas nós não somos livres para fazer o que quiser e principalmente escolher Cristo como salvador? Porque na Palavra de Deus há chamados, e escolhas condicionais. Por exemplo:

Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Rm 10.13;

Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3.15;

E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Atos 2.21”

Primeiro temos que entender o que significa “todo aquele”, em uma rápida interpretação sem temor de Deus e com preguiça dar-se a entender que a pessoa é livre para ir até Cristo. Mas vamos analisar o que significa aquele.

Aquele: pronome demonstrativo. Indica ou refere-se à pessoa ou coisa citada.

Todo: conjunto completo; total; inteiro.

Farei uma exposição destas três passagens citadas acima, sabendo que existem outros versos na Santa Palavra de Deus que expressa o mesmo sentido, o motivo é para que não seja tão extenso. Logo, se o significado da palavra aquele é uma indicação á uma pessoa citada. Então, temos que, por obrigação, ler o contexto.

Em Romanos 9-11, nestes 3 capítulos, fala mais resumidamente assim: a gloriosa eleição de Deus e Paulo mostra isso em dois personagens bíblicos, Jacó e Esaú, e os que aceitaram a Cristo é porque eram filhos de Abraão mas pela fé. Mas no fim do capitulo 9 Paulo diz que Judeus são culpados por terem rejeitado a Cristo. No capitulo 10 mostra que os judeus rejeitaram a justiça de Deus e que Israel não pode alegar a falta de oportunidade. E no capitulo 11 mostra o futuro de Israel e os que irão ser salvos o “remanescente segundo a eleição da graça.” (Rm 11.5). Então partindo deste versículo “Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”, percebe-se que este “todo aquele” refere-se aos eleitos, os filhos de Abraão pela fé. É como se Paulo estivesse dizendo: O conjunto completo dos eleitos quando invocarem o nome do Senhor será salvo.

Em João 3 fala sobre uma conversa de Jesus com um príncipe dos fariseus, Nicodemos. E como é dito no capitulo 2.25, Jesus conhecia a “natureza humana.”. Então, no cap. 3 Jesus diz a este fariseu que para ele herdar o Reino dos Céus, ele tem que nascer de novo, nascer do alto. Uma obra gerada pela Palavra e pelo Espírito Santo (v.5) e logo em seguida, Jesus diz a este fariseu que ele é como a serpente de Moisés levantada no deserto (Nm 21.9), ou seja, assim como os que eram mordidos pelas serpentes e olhava para a serpente de bronze era curados, todo aquele que “olhar” para Jesus será curado, terá vida eterna. Ou seja, todo aquele, o numero completo dos eleitos que nasceram de novo quando crer em Jesus terá vida eterna. É o que o próprio evangelista João diz no capitulo 1.13 que os que aceitaram a Jesus eles “não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas [da vontade] de Deus.” João 1.13.

Em Atos 2 fala sobre o cumprimento da profecia dita pelo o profeta Joel, a descida do Espírito Santo. E Pedro, após o cumprimento, faz menção do livro de Joel e justamente da passagem que fala sobre a profecia.

E nos últimos dias acontecerá, diz Deus, que do meu Espírito derramarei sobre toda a carne; E os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, Os vossos jovens terão visões, E os vossos velhos terão sonhos; E também do meu Espírito derramarei sobre os meus servos e as minhas servas naqueles dias, e profetizarão; E farei aparecer prodígios em cima, no céu; E sinais em baixo na terra, Sangue, fogo e vapor de fumo. O sol se converterá em trevas, E a lua em sangue, Antes de chegar o grande e glorioso dia do Senhor; E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Atos 2:17-21.(Joel 2.28-32).

Pedro repreende os críticos que diziam que os que falaram em línguas estavam embriagados, e Pedro diz que eles não estavam (v.15), mas que isso tinha que se cumprir. E Pedro repetindo a profecia, diz que o Espírito de Deus seria, foi, e está sendo derramado sobre todos os tipos de pessoas filhos e as vossas filhas… Jovens… Velhos… Servos… Servas (v.17,18), uma obra diferente da antiga aliança. Mas agora Pedro faz uma declaração ”E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo”. Aquele quem? Aqueles que receberam o Santo Espírito, estes podem crer e agora serem salvos.

Conclusão.

Quando a Palavra de Deus refere-se a “todo aquele”, temos que recorrer ao contexto. Senão cairemos no mesmo erro que muitos fazem até hoje, o livre arbítrio. Quando se refere a este termo, está dizendo que todo aquele mencionado anteriormente ou posteriormente fará tal coisa ou deixará de fazer tal ato.

Não se precipite em tirar conclusões antibíblicas.

Fonte: Teologia & Apologética

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eis-me Aqui