Ensinos Anti-Bíblicos Teologia

“Mudei prá Fiel só por causa do papel…”

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Pedro Almeida

Introdução:

Certo missionário de certa missão que se considera fundamentalista, foi contactado por nós

Receba Estudos no Celular!

para um encontro e para dar informações sobre a sua igreja. Após saudações cordiais e

apresentações normais para a ocasião, a conversa foi progredindo até chegar no assunto da

Palavra de Deus.

O confronto:

A esse missionário foi dito que nós defendemos a posição correta que apenas a Bíblia King

James deve ser usada por fundamentalistas de fala inglesa, e que a Almeida Fiel deveria

apenas ser usada pelos fundamentalistas de fala portuguesa, por serem essas Bíblias baseadas

nos textos corretos, nas pessoas corretas e na técnica correta, resultando na teologia

correta, e que esse assunto é muito sério e é motivo de separação.

A Reação:

Ao ouvir essa declaração, o missionário, que dirige um acampamento que serve a segmentos

multi-denominacionais, imediatamente replicou dizendo que ele não era dessa posição e

começou a despejar ininterruptamente, uma série de  mitos e desinformações muito

numerosas para serem citadas, num português sofrível, diga-se de passagem, prolongando-se

num indelicado monólogo inútil, com os mesmos  clichês de liberais e  ecumênicos que

sorrateiramente,   atacam furiosamente a autoridade e integridade das Escrituras ao negar

sutilmente a doutrina da Preservação.

A Declaração:

Sem a menor chance da conversa ser resgatada para um nível de sanidade mental, mal sabia

eu que o pior ainda estaria por vir. Dentre as várias declarações desequilibradas, 2 superaram

as expectativas:

Insanidade grau 1:

“Mudei para a Fiel só por causa do papel…”

Foi essa a declaração que ouvi com meus próprios ouvidos.

Sem querer acreditar no que estava ouvindo e espantado com a coragem do missionário em

publicar tão grande tolice sem o menor constrangimento e sem o menor pingo de vergonha,

continuei a ouvir atentamente pensando comigo até onde aquele discurso ia terminar. Ele

prosseguiu dizendo que algumas folhas de uma ou das Bíblias Atualizadas que ele adotara em

sua igreja, estavam se desprendendo e que ele resolveu adotar, então, a Bíblia Almeida e Fiel da Sociedade Bíblica Trinitariana não por ter se arrependido por tamanho deslize e pecado de

usar uma Bíblia católica e ecumênica que é a Atualizada, nem por causa da superior tradução

que é a Almeida Fiel, mas por causa da sua superior encadernação.

Ora, sabemos que as editoras das Bíblias modernas em português, por causa da maior tiragem,

possuem muito mais dinheiro e recursos do que a Trinitariana. A qualidade da encadernação e

impressão das  Bíblias corruptas é geralmente maior do que as Bíblias Fiéis. Isso porque a

massa ignorante é facilmente enganada por aparências e estética, características da

propaganda e além disso, por liberais que infestam púlpitos e seminários atuais, em conluio

com Sociedades Bíblicas,  Editoras e Livrarias ecumênicas e corruptas.

A ironia do destino foi que, ao visitar a igreja a qual esse missionário era pastor, pegamos uma

Bíblia que estava em um banco em frente ao nosso. Era uma Bíblia Almeida Fiel.

Ao manusear as páginas dessa Bíblia, verificamos que a mesma começava em Gênesis capítulo

4, ou seja, as primeiras páginas dessa Bíblia haviam se desprendido. E agora? Quê fazer? Se o

critério for o mesmo, temos que mudar novamente para outra tradução que tenha melhor

encadernação.

Por que não uma Bíblia católico-romana de superior encadernação ou mesmo a corrupta NVI

ou a Novo Mundo? Se a estética é o princípio dominante, devemos ser consistentes.

Insanidade grau 2:

“Uso a Fiel para não escandalizar…”

Prosseguindo com o festival de incompetência, foi dito que  a posição de usar a Fiel é também

para que ninguém se escandalizasse, pois usar a Fiel não “ofende” uma igreja que adota a

Atualizada, mas usar a Atualizada ofende uma igreja que usa a Fiel, e como se queria atingir

um amplo espectro, deveríamos ser abrangentes.

Ora, então para não escandalizar o irmão (mais fraco…) então usemos a Fiel por motivos de…

digamos assim políticos… Sejamos politicamente corretos.

Talvez o assunto da Bíblia possa ser assim algo como o uso do bigode… Vamos adotar a

posição de menor dano.

Se existe uma posição tão ridícula e leviana como essa, não sabemos.

Talvez esse missionário tenha aprendido esse tipo de concessões ao fazer as chamadas

“deputations” ou seja, as jornadas em igrejas para levantar sustento.

Não que esse procedimento seja errado em si, embora questionável, mas o fato atual do nível

baixo de muitas igrejas está provocando missonários menos escrupulosos a entrarem nessa

brincadeirinha de fingir, ser mais tolerante em um  lugar, ou mais rigoroso em outro, para

ganharem o sustento numa gama maior de igrejas.

Uma lástima, os que assim agem e ainda ficam a repetir esse comportamento no campo

missionário! Essa declaração desqualifica qualquer missionário para o ministério por vários motivos:

A. Ele está sendo hipócrita;

B. Ele está agindo não por convicção mas por conveniência.

C. Ele é PRAGMÁTICO, o que é exatamente o oposto do que é um fundamentalista

D. Ele está minimizando a inteligência das pessoas;

E. Ele está usando segundo sua mentalidade corrompida, o argumento do mínimo padrão

F. Ele está agindo com dissimulação

Conclusão:

Desse episódio lamentável e repugnante podemos tirar algumas conclusões:

1. O nível intelectual dos missionários modernos está muito BAIXO;

Quando o nível intelectual está tão baixo assim, a  pessoa tende a menosprezar a

inteligência das pessoas com quem dialoga pensando que argumentos tão  infantis podem

convencer.

2. O preparo teológico dos missionários está muito fraco;

Nesse ponto temos que por a culpa na filosofia que empurra o rapaz    chamado para o

ministério para essas escolas “de grife” Neo-fundamentalistas que estão, a  exemplo dos

Batistas Regulares, dilapidando a autoridade Bíblica e com “distintivos” diluídos e inúteis,

defendendo textos corruptos e traduções baseadas neles. Parte da culpa dessa cultura está

nos pastores que abriram mão dos institutos Bíblicos da igreja local que é onde os

pregadores e pastores deveriam ser formados.  Por causa das corrupções da maioria dos

seminários fundamentalistas, a doutrina BÁSICA da preservação da Palavra de Deus não é

ensinada deixando os pobres alunos, como esse infeliz missionário, totalmente perdidos

nesse assunto, ficando à mercê de seus próprios conceitos pragmáticos;

3. O preparo moral dos missionários está muito fraco;

Para dar essas justificativas, o nível moral realmente tem que estar muito baixo.

4. Os realmente fundamentalistas devem estar prontos para repelir tais graves desvios

doutrinários com sólidos argumentos baseados na autoridade e  integridade das Escrituras

e se separar sem concessões, dos teimosos que insistem no pragmatismo para justificar

ministérios multi-denominacionais.   Somente os que crêem na doutrina da Preservação da

Palavra Inspirada, têm força espiritual e moral de erguer essa bandeira. Os demais cairão

em alguma desculpa esfarrapada de mudar por causa de ser Fiel, mas por causa do papel.

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eis-me Aqui