Aconselhamentos

Final de Semana ou Dia do Senhor?

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Por Flávio Ezaledo

Um dos problemas que frequentemente o Conselheiro se depara com os seus aconselhados é a falta de responsabilidade destes com os devocionais diários e o cultuar semanal.

O aconselhado busca por ajuda esperando que o conselheiro o alivie da pressão que ele vive como resultado, na maioria das vezes, da sua maneira não bíblica de pensar, falar e agir.

Receba Estudos no Celular!

O conselheiro bíblico sempre procurará colher todos os dados que o levarão a discernir o problema a fim de ajudar o aconselhado a resolvê-lo. Entre estes dados estão os de certificar a respeito da certeza de vida eterna e uma vez garantido de que ele seja salvo, certificar a respeito da sua vida devocional diária e participação ativa numa igreja local.

Eu tenho observado que há uma relação direta entre o estilo de vida não bíblico de não ter uma regularidade com os devocionais e sua não participação responsável numa igreja local, com a causa do problema que o leva a buscar aconselhamento.

Quando se investiga a sua indisciplina com o cultuar percebe-se que a falta de compromisso do aconselhado com o corpo local tem muito a ver com a idéia que ele tem de fim de semana.

Normalmente a desculpa que o aconselhado apresenta para sua irresponsabilidade de estar no domingo junto com o seu povo é dizer que o “fim de semana” é o único momento que ele tem para descansar, para resolver os seus problemas particulares, estar com a família, praticar esportes e muitas outras atividades que ela apresenta como prioridades que o impedem de estar junto com o seu grupo local.

A sua consciência culpada leva-o a justificar que o seu problema advém por não ter tempo para a família e não conseguir cumprir com suas responsabilidades semanais.

Você percebe como isto é sutil? Pois quando nos baseamos no conceito de fim de semana tiramos o foco do que a Bíblia nos ensina com respeito ao nosso reunir para cultuar (Êxodo 20:8; Hebreus 10: 24-25).

Tira-se a expectativa do significado do dia que é: descansar, mas, para santificá-lo, por reunir juntamente com o povo de Deus para estimular uns aos outros ao amor e às boas obras; para focalizar no pensamento egoísta de aplicar o “fim de semana” em benefício próprio. Isto sem considerar ainda que não é só um dia, mas dois, que estão em consideração; o sábado e o domingo como o tempo destinado para si mesmo, logo, substitui-se o Teocentrismo do Dia pelo Humanismo do Dia.

Como podemos notar o que antes era chamado de “Dia do Senhor” passou a ser chamado de “fim de semana”. A nomenclatura entrou pela porta da frente de nossas igrejas sem nenhuma resistência. O conceito de “Fim de Semana” traz a idéia de que eu devo fazer naqueles dias tudo o que eu não consegui fazer durante os outros dias, sem refletir do porque o ser humano precisa de descanso semanal.

O Pensar bíblico de Dia do Senhor para o santificar, traz à memória a centralidade de quem deve ser cultuado e com quem eu devo estar e para que cultuar.

Eu mesmo me deparei várias vezes dizendo para membros de minha igreja e mesmo para os meus aconselhados “Tenha um bom fim de semana”, ou mesmo perguntando “Como foi o seu fim de Semana, foi bom”?

O aconselhado precisa ser ensinado a olhar o seu problema pela perspectiva de Deus e quando ele assim o faz ele com certeza ganhará a esperança bíblica de que o cultuar deve estar relacionado com a expectativa de estar reunido com o povo de Deus no Dia do Senhor e não porque o “fim de semana chegou”. Talvez devêssemos mudar as nossas saudações para: Bons cultos, bom Dia do Senhor, boa comunhão com o seu grupo, como forma de estarmos nos lembrando do porque Deus nos deu o Descanso Semanal.

Nota:

Não há espaço aqui para entrar numa explicação abrangente sobre este assunto, pois é necessário ver este ensino sobre o Dia do Senhor, como dia de culto, na Bíblia como um todo para não se cair num legalismo.

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eis-me Aqui