Cidadania e Política Igreja Perseguida Últimas Notícias

Refugiado cristão de 8 anos vence campeonato de xadrez e pode dar casa à família

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Tani e sua família fugiram do terrorismo do Boko Haram na Nigéria. Hoje, eles estão reconstruindo sua vida nos Estados Unidos.

Um refugiado cristão de 8 anos, que fugiu com sua família do domínio do grupo terrorista Boko Haram na Nigéria, venceu o campeonato de xadrez de Nova York. Por causa da conquista, ele poderá tirar sua família das ruas dos Estados Unidos.

Tanitoluwa Adewumi, carinhosamente chamado Tani, mora com sua família em um abrigo em Manhattan e só começou a jogar xadrez há pouco mais de um ano, de acordo com o jornal New York Times.

Receba Estudos no Celular!

O novo “rei do xadrez” competiu com crianças do jardim de infância até a terceira série e ficou invicto no torneio estadual no início do mês. Segundo a publicação, ele venceu alunos de “escolas particulares de elite com professores particulares de xadrez”.

A família do menino refugiado deixou a Nigéria em 2017 por causa dos contínuos ataques terroristas contra cristãos.

Segundo a organização Portas Abertas, os cristãos que vivem no norte da Nigéria, especialmente nos estados regidos pela Sharia (lei islâmica), enfrentam discriminação e exclusão como cidadãos de segunda classe. Ex-muçulmanos também enfrentam a rejeição de suas próprias famílias e pressão para abandonar o cristianismo.

“Eu não quero perder nenhum ente querido”, disse o pai de Tani, Kayode Adewumi. O pedido de asilo da família nos EUA ainda está pendente com uma audiência marcada para agosto.

Em 2018, mais de 6 mil cristãos foram mortos ou feridos por terroristas islâmicos afiliados ao grupo Boko Haram ou membros das tribos Fulani, cujo terrorismo anticristão continua sem controle do governo da Nigéria.

Há mais de um ano, Tani se mudou para Nova York com seu irmão mais velho e seus pais. Com a ajuda de um pastor, a família foi direcionada para um abrigo. Logo o garoto começou a frequentar o PS 116, uma escola de xadrez onde aprendeu o jogo com um professor. Com a benção de sua mãe, Oluwatoyin Adewumi, ele se juntou ao clube de xadrez.

Quando Tani participou de seu primeiro torneio de xadrez há um ano, Russell Makofsky, que supervisiona o programa de xadrez PS 116, disse que o garoto teve a classificação mais baixa, marcando 105 pontos.

Desde então, sua ascensão foi meteórica. Sua avaliação agora é de 1587 pontos e ele continua melhorando. Para entender o quão bem Tani está, o melhor jogador do mundo,  Magnus Carlsen, tem uma classificação de 2845.

“É um exemplo inspirador de como os desafios da vida não definem uma pessoa”, disse Kristof Jane Hsu, diretora do PS 116, que organizou uma mobilização para celebrar a vitória de Tani.

Hsu explicou que, embora a família de Tani não tenha um lar, seus pais trabalharam duro para garantir que ele tivesse sucesso. Seu pai atualmente trabalha em dois empregos, enquanto sua mãe concluiu recentemente um curso para se tornar uma auxiliar de saúde.

Dois dias atrás, Makofsky lançou uma campanha na plataforma de crowdfunding GoFundMe para ajudar a família de Tani a encontrar um lar. Até a manhã desta terça-feira (19), 2.759 pessoas doaram cerca de 157 mil dólares.

Fonte: Guiame.com.br
Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/noticias/refugiado-cristao-de-8-anos-vence-campeonato-de-xadrez-e-pode-dar-casa-familia.html

Hotel em Promoção - Caraguatatuba