Últimas Notícias

Os médicos falaram que é um milagre minha filha estar viva, conta mãe de menina baleada

Os médicos falaram que é um milagre minha filha estar viva, conta mãe de menina baleada
Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Ana Luiza foi atingida nas costas quando carro da família entrou por engano em comunidade carioca.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

“Só tenho a agradecer a Deus, pois sei que se não fosse por ele, minha filha não estaria aqui agora”. Com essa frase Alcione Pitanga descreve sua gratidão a Deus por sua filha ter escapado milagrosamente após ter sido baleada em Itaboraí, no Rio de Janeiro.

Ana Luiza, de 11 anos, foi baleada nas costas quando o carro da família entrou por engano em uma comunidade na noite de domingo (3) e foi alvejado por vários tiros.

“Graças a Deus minha filha agora está fora de perigo, os médicos me falaram que é um milagre a minha filha está viva, não tenho palavras para descrever minha dor e o trauma vivido por nós nessa noite de domingo”, desabafou a mãe em uma rede social.

Receba Estudos no Celular!

Diante das circunstâncias que viveram, Alcione escreveu que o fato de Ana Luiza estar viva foi pela interferência de Deus. Ela manifestou sua fé dizendo: “Nunca foi sorte, sempre foi Deus. A ele toda honra e toda Glória, para sempre Amém!!!”.

Noite de terror

Alcione contou que ela, o marido e a filha passaram por momentos de desespero quando o carro foi alvejado por vários tiros. “Nós nunca achamos que um dia irá acontecer com a gente, até que um dia a violência bate a sua porta”, Alcione Pitanga lamentou, em um post feito nas redes sociais.

A criança foi atingida por um tiro nas costas quando a família, que estava em um HB20 branco, errou o caminho e entrou na favela Rato Molhado, no bairro Ampliação, no município da Região Metropolitana do estado. Vários bandidos cercaram o veículo e fizeram diversos disparos. Um deles atingiu as costas de Ana Luiza, saindo pela sua barriga, parando no banco do carona.

“Sou uma mãe que foi vítima da violência de Itaboraí e estou aqui para externar minha indignação”, Alcione reclama. “A levei imediatamente para o hospital da cidade, onde não tinha recursos para minha filha e logo ela foi transferida para São Gonçalo, onde aqui estamos e sendo muito bem tratadas”. A criança passa bem.

O carro da família ficou com várias marcas de tiros na parte traseira por causa dos disparos. As investigações estão sendo feitas pela 71ª DP (Itaboraí), que está a procura dos bandidos.

Fonte: Guia-me

Hotel em Promoção - Caraguatatuba