Idosa é ordenada em igreja aos 90 anos e vira exemplo de fé

Idosa é ordenada em igreja aos 90 anos e vira exemplo de fé
Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Reconhecida pelo trabalho missionário, Maria Ribeiro foi ordenada ministerialmente pelos líderes de sua igreja aos 90 anos.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

Maria Ribeiro tornou-se um exemplo de fé e persistência ministerial. Com 90 anos, ela foi a ministra mais idosa a ser ordenada pela Igreja do Nazareno. O reconhecimento ministerial foi feito pelo superintendente geral da denominação David Busic, durante a Assembleia do Distrito do Rio de Janeiro no início deste mês.

“Quando [ela soube que] a Junta de Credenciais aprovou seu pedido de ordenação, ela chorou”, disse seu filho Elio Tomaz, agora superintendente local do distrito. “Minha mãe e eu entramos juntos no quarto e David Busic colocou as mãos sobre ela. Foi um momento muito especial para ela e para mim. Foi um dos dias mais felizes de sua vida”.

Depois de quase 50 anos de ministério e trabalho missionário Maria recebeu a mesma honra que seu marido Luiz Tomaz havia conquistado em 1988.

Receba Estudos no Celular!

Maria e Luiz nasceram em Portugal, mas se conheceram e se casaram no Brasil depois que suas famílias fugiram da Europa após a Segunda Guerra Mundial, em 1947. Eles se mudaram para Nilópolis onde começaram sua família.

Conversão

Por causa de problemas de saúde e outras dificuldades pessoais, Maria visitou “espíritas”, mas não encontrou nenhum alívio. Um dia, enquanto participava de um culto de oração em uma igreja cristã local, ela sentiu Deus tocar seu coração e foi curada de bronquite. Ela logo visitou uma igreja Nazarena próxima e aceitou a Cristo através de uma vizinha.

Maria começou a frequentar a igreja com os dois filhos, que começaram a participar da escola dominical. Um casal de missionários locais se interessou de forma especial pela família e passou a discipulá-los pessoalmente.

O marido Luiz, que ainda não era cristão, hesitou em ir à igreja. Assim como Maria, que começou sua jornada cristã por causa de problemas pessoais, as dificuldades financeiras de Luiz acabaram por fazê-lo procurar a ajuda de Deus.

Luiz passou por outra experiência muito difícil. Após uma dolorosa cirurgia na perna, seus médicos acreditavam que ele iria morrer e deixaram que ele voltasse para casa para passar seu tempo restante com sua esposa e filhos.

Nesse momento, Luiz pediu à vizinha para orar por ele. Naquela noite, Luiz aceitou a Cristo como seu salvador e sobreviveu a seus ferimentos. Mais tarde, ele se juntou à esposa e aos filhos na igreja.

Superação

Maria e Luiz enfrentaram muitas dificuldades ainda depois de aceitarem a Cristo. Suas famílias não aprovaram a decisão de se unirem à de crente, ridicularizando o casal por sua decisão. O filho Elio também era resistente à conversão dos pais.

Embora fosse muito difícil, eles nunca demonstraram raiva ou ressentimento e, em vez disso, responderam com amor e compaixão. Como resultado da graça e bondade do casal, muitos de seus parentes também receberam a Cristo.

“Quando eles aceitaram a Cristo, eu não aceitei bem”, disse Elio. “[Mas] eu vi a transformação que ocorreu em suas vidas, especialmente em meu pai. Eles falavam comigo sobre o evangelho, mas eu estava relutante em frequentar a igreja e, no entanto, eles continuavam orando por mim. Um dia, Deus me tocou – o Espírito Santo tocou meu coração – e confessei meus pecados. Eu aceitei Jesus no meu coração”.

Luiz e Maria receberam um chamado para o ministério, por isso se matricularam em aulas de teologia. Depois que terminaram o curso, deixaram o Brasil em 2011 para servir em Portugal, seu país natal.

Eles passaram quatro anos lá, ajudando as igrejas no Algarve, Coimbra e Lisboa. Seu trabalho se concentrou em fortalecer os relacionamentos dentro da igreja local. Eles lideraram reuniões de oração, convidaram pessoas para a igreja e seguiram com novos crentes.

De volta

Em 2006, o casal voltou para Nilópolis e permaneceu ativo no ministério da igreja local. Até hoje, aos 90 anos, Maria continua orando, aconselhando e encorajando as pessoas em sua igreja.

O trabalho que Luiz e Maria iniciaram continua com seu filho Elio, que plantou sua primeira igreja em 1991.

Depois disso, Elio plantou mais duas igrejas, uma das quais gerou três trabalhos missionários. Agora passaram a ser igrejas oficialmente organizadas.

A igreja que Elio iniciou em Nilópolis começou com oito membros e atualmente está com mais de 900. No total, existem 15 igrejas nazarenas na área, graças à fidelidade de pessoas como Maria e Luiz.

Fonte: Guia-me

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/idosa-e-ordenada-em-igreja-aos-90-anos-e-vira-exemplo-de-fe.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Right Menu Icon