Últimas Notícias

Herdeiro: de dores, amores e paz

Herdeiro: de dores, amores e paz'
Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Porquanto, aqueles que antecipadamente conheceu, também os predestinou para serem semelhantes à imagem do seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes igualmente justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou. Romanos 8.29-30

No Novo Testamento, Cristo é chamado de “o Primogênito” (Hb 1:6), “o Primogênito de toda a criação” (Cl 1:15), “o Primogênito dos mortos” e “o Primogênito entre muitos irmãos” (Rm 8:29).

Quando Jesus é chamado de primeiro irmão entre muitos, a bíblia começa a estabelecer um caminho novo: do legado, da família e da herança. Legado, pois aprendemos dEle sobre a nossa missão e forma de viver; família, pois encontramos muito mais do que um Deus, mas um Pai; herança, pois tudo aquilo que Ele viveu abre caminho para que nós façamos coisas maiores.

Receba Estudos no Celular!

“Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê em mim, esse também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas; porque eu vou para o Pai.” João 14:12

“Então Jesus explicou-lhes: “Com certeza vos asseguro que, se tiverdes fé e não duvidardes, podereis fazer não apenas o que foi feito à figueira, mas da mesma forma ordenardes a este monte: ‘Ergue-te daqui e lança-te no mar’, e assim acontecerá.” Mateus 21:21

A herança parte da paternidade

De fato, o evangelho de Jesus Cristo é a única religião que diz sobre paternidade, pois “Deus criou o homem a sua imagem e semelhança”, “Cristo é a cabeça do corpo formado por nós” e o Espírito conecta e traz harmonia para todas as coisas.

Somos verdadeiramente chamados para um relacionamento e não apenas para um culto. A  herança concedida à nós por meio da graça de Deus é poderosa e capaz de nos transformar.

Somos herdeiros de dores

Assim como o nosso Primeiro Irmão sofreu na cruz do Calvário, somos convidados a lidar com o sofrimento imputado pela vida com bons olhos.

“Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participemos de sua glória. Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.” Romanos 8.17-18

Antes da glória vem o sofrimento e a ordem não pode ser alterada. Na cruz, Cristo mudou a nossa história e nos deu nova esperança. A propagação do reino de Deus exige infinito comprometimento com algo que é maior do que nossos anseios e desejos. É dar sem reservas entendendo que ele nos deu sem reservas. Por isso, e somente por isso, é possível abraçar o sofrimento com alegria.

Somos herdeiros de amores

Em 1 João 4:8 lemos que quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.

São poucas as vezes que encontramos afirmações sobre o que Deus é no Novo Testamento, mas no livro de João, vemos que ele é amor, espírito (Jo 4.24) e luz (1Jo 1.5).

Augustus Nicodemus, aponta em artigo, que:

Na revelação que fez de si mesmo, Deus sempre manifesta o equilíbrio perfeito entre os seus atributos, entre amor, misericórdia e compaixão, de um lado, e justiça, retidão e santidade, de outro. Há várias listas destas qualidades de Deus no Antigo Testamento […]

Moisés desejou ver a Deus e Deus se fez revelar pela proclamação de seus atributos: E, passando o SENHOR por diante dele, clamou: SENHOR, SENHOR Deus compassivo, clemente e longânimo e grande em misericórdia e fidelidade; que guarda a misericórdia em mil gerações, que perdoa a iniqüidade, a transgressão e o pecado, ainda que não inocenta o culpado, e visita a iniqüidade dos pais nos filhos e nos filhos dos filhos, até à terceira e quarta geração! (Ex 34:6-7).

O que queremos dizer aqui é que Deus é amor, mas que o seu amor não invalida outros atributos. É dele, portanto, a tarefa de julgar e de separar o joio do trigo. Cabe à nós, portanto, amar o nosso próximo como a nós mesmos.

Isso, na maioria das vezes, significa quebrar preconceitos e desconstruir definições que foram aplicadas, mas que não dialogam com a palavra de Deus.

“Porque, para Deus, não há acepção de pessoas” [Rm 2.11];

“Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas” [At 10.34].

Somos herdeiros de paz

E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações. [Filipenses 4:7]

Em um mundo caótico, a bíblia nos apresenta a paz que vem do alto; a paz gerada pelo consolo do espírito em nossos corações. A paz que encorajou Paulo na prisão, abraçou Davi quando perdeu seu filho e revelou a esperança aos mártires enquanto esses eram mortos. Essa paz é prometida a todos que foram resgatados e regenerados em Cristos Jesus. Para encontrá-la, entretanto, é preciso viver a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

A herança que Cristo nos deixa é a mais preciosa de todas. Por ele, recebemos graça, justiça, amor e paz.

Fonte: Helio Barros Leite

Postagem Original:

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Right Menu Icon
%d blogueiros gostam disto: