Estudos Bíblicos Estudos da Semana Teologia Sob Medida Últimas Notícias

“A Igreja deve mostrar ao mundo o mesmo amor que Jesus derramou na cruz”, diz Heidi Baker

"A Igreja deve mostrar ao mundo o mesmo amor que Jesus derramou na cruz", diz Heidi Baker

A missionária disse que devemos compartilhar o amor de Cristo por meio de nossas atitudes.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

missionária Heidi Baker falou sobre o amor de Deus e seu impacto em nossa salvação. Em uma profunda palavra de sabedoria, ela ressaltou que a única maneira real de ter algum poder é através do amor de Deus. Ela explica que, independentemente de nossas forças ou méritos pessoais, nenhum de nós merece ser chamado filhos e filhas de Deus. “Mesmo se conseguíssemos honras acadêmicas, as maiores promoções em nossos empregos e todas as outras qualificações que este mundo pode oferecer, nunca seríamos dignos de tal presente”, ressaltou.

“Somente o amor de Deus nos dá o mais belo título de todos. Não médico, não advogado, não apóstolo, mas filho ou filha. Nós somos a família que Deus encontrou”, diz Heidi sobre este amor profundo. “Ele estava tão decidido a nos chamar filhos e filhas que sofreu em uma cruz e morreu. Jesus e Seu Pai são um. Tudo o que Jesus faz, o Pai faz. Eles agem juntos e a cruz expressa a unidade de seu amor por nós”, salientou.

Baker expõe sobre os afetos de entender quem você é em Cristo: “Você não se preocupa demais como as pessoas vêem você. Não se preocupa se eles te amam ou odeiam. Você não se preocupa porque você simplesmente vai adorar a Deus e amá-Lo. Isso vem de saber quem Ele é e o que Ele pensa de você. Isto é o que significa entender você como filho de Deus”.

Receba Estudos no Celular!

Mas e se fizermos erros? Ele continuará nos amando? Mesmo quando cometemos erros, o entendimento de Deus sobre nós é firme e os seus comandos para nós são verdadeiros. Heidi lembra como Deus lhe deu uma lição sobre como Ele nos ama através de nossas falhas. Ela fala de um filho espiritual complicado, que cuidou. “Deus disse para amá-lo. Senti o Senhor dizendo que queria que eu orasse todos os dias por ele”, disse.

“Durante muito tempo, não conseguimos ver nenhum progresso. Apesar de tudo, esse menino sempre foi carismático e, depois de um tempo, conseguiu se mudar para o Reino Unido”. Anos depois, enquanto pregava no Reino Unido, Baker lembra de ter visto esse filho espiritual de novo: “De repente, fiquei assustada ao ver quão poderosamente a presença de Deus estava descansando sobre ele. Quando ele veio até mim, ele começou a tremer e a chorar em meus braços”, finalizou.

Fonte: Guiame

Divulgação: Eis-me Aqui!

Right Menu Icon
%d blogueiros gostam disto: