Estudos Bíblicos Estudos da Semana Teologia Sob Medida Últimas Notícias

Guia-me pelas veredas da justiça (Salmo 23)

Guia-me pelas veredas da justiça (Salmo 23)
Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Temos um pastor que dirige a nossa trajetória bem de perto. O pastor do Salmo 23 nos guiará para sermos o que ele planejou.

Como uma maneira de enriquecer a vida de oração e crescimento espiritual, muitas pessoas buscam atender suas expectativas no Salmo 23. Isso é justo porque o Salmo 23 prova, dentre outras coisas, que Deus está com as suas ovelhas em qualquer circunstância:

“Quando eu tiver de andar pelo vale da sombra da morte não temerei mal algum, porque tu estás comigo; tua vara e teu cajado me tranquilizam.”( Salmo 23 :4)

Receba Estudos no Celular!

Outra questão importante é entender que o Salmo 23 :1 afirma que alguém tendo o verdadeiro Deus, o Senhor como pastor, isso lhe basta, ou seja, o Senhor supre toda e qualquer falta de sua ovelha porque Ele é um pastor zeloso e fiel.

Gostaria de apresentar uma outra perspectiva que não invalida as perspectivas anteriores, mas, ao contrário, corrobora com o que falei antes.

O Salmo 23 :3 nos apresenta algo curioso:

“Renova ( refrigera ) a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome”.

O fato de o texto dizer “guia-me pelas veredas da justiça” mostra que o Pastor tem mais do que boas intenções quanto à vida de suas ovelhas. O que quero dizer é que o Pastor não quer apenas cuidar da manutenção da vida da ovelha de maneira material, mas, além disso, ele quer dar um sentido maior e que esse sentido tem a ver com a natureza do próprio pastor.

A razão pela qual o pastor quer renovar a alma das ovelhas e guiá-las pelas veredas da justiça é que o Pastor ama o seu próprio nome. Se essas ovelhas são ovelhas de um pastor, então elas devem parecer ou trazer consigo características que mostram quem zela por elas.

Para entrarmos num outro nível devemos esclarecer alguns pontos:

  • Quem é o Pastor?
  • Quem são as ovelhas?
  • O que são “veredas da justiça”?

Quem é o pastor do Salmo 23?

A metáfora do Pastor é extraordinária.

Poesia serve para transmitir a maior verdade possível com a menor quantidade de palavras. Imaginem quantas palavras precisaríamos para definir o Senhor que foi definido apenas como Pastor.

Quando Davi compara o SENHOR com um pastor, já existe aqui um universo de possibilidades e ao mesmo tempo, compreensões rápidas e profundas sobre a natureza do SENHOR.

Mas quem vai mais nos ensinar sobre isso é o próprio Jesus em João 10:11, quando ele mesmo afirma:

“Eu sou o bom pastor; o bom pastor dá a vida pelas ovelhas.”

Entendendo, então, que Jesus se identifica como sendo o Pastor do Salmo 23, ele nos revela maiores intenções sobre essa relação de Jesus com suas ovelhas.

Para não ser demasiadamente longo, o vs. 10 de João 10 diz:

“O ladrão vem para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenha com plenitude ( ou abundância )”.

Deixando mais claro: Jesus tem expectativas para com suas ovelhas. Ele cuida delas esperando que elas tenham vida plena. Entendemos por “plena” que ela cumpra o propósito para o qual foi criada.

Um ser pleno é aquele que cumpre sua missão de acordo com a sua própria natureza. Um bom exemplo para isso é: um peixe foi criado para viver imerso em água, nadando.

Embora possamos achar isso uma pobreza, em termos de perspectiva de vida, não podemos fazer peixe viver com o nosso modelo de vida, mas ele será pleno cumprindo sua função de peixe.

Quem são as ovelhas?

Ovelha é todo aquele que faz parte do seu povo. Em João 10:14-16 temos:

“Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem, assim como o Pai me conhece e eu o conheço; e dou a minha vida pelas ovelhas. Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco. É necessário que eu também as conduza. Elas ouvirão a minha voz; e haverá um rebanho e um pastor.”

Ovelhas são aquelas por quem Jesus dá a vida. Aqueles que foram perdoados e justificados são chamados ovelhas de Jesus.

O que são “veredas da justiça”?

O texto de Efésios 2:10 pode nos trazer luz sobre o que são essas veredas da justiça.

Pois fomos feitos por ele, criados em Cristo Jesus para as boas obras, previamente preparadas por Deus para que andássemos nelas.”

Isso significa que as pessoas por quem Cristo morreu têm um caminho já estabelecido e esse caminho é de boas obras, de verdade, de piedade e justiça.

A palavra justiça nos leva à dualidade existente entre justo X ímpio apresentado em todo o livro dos Salmos.

O contrário do ímpio é o justo. O justo é o que pratica justiça, não apenas sob o ponto de vista jurídico ou da bondade humana, mas é ser um piedoso cumpridor dos propósitos estabelecidos na Palavra de Deus.

Essas veredas da justiça são eternamente estabelecidas e estão intimamente ligadas à natureza do ser de Deus que é Justo e Verdadeiro.

Portanto não é exagero dizer que o vs.3 do Salmo 23 trata também de redenção, pois sendo nós pecadores, o Bom Pastor deu a vida pelas suas ovelhas para que elas, agora, pudessem escutar a sua voz e segui-lo no caminho que ele já preparou por amor de seu próprio nome, para que essas pessoas tivessem a identidade e a marca do Deus verdadeiro, justo e fiel.

O final do Salmo 23:3 nos reserva algo surpreendente: “… por amor do Seu nome”.

Deus está preocupado com nosso crescimento espiritual e atua para que andemos nas veredas da justiça. E ele faz isso porque ama o seu próprio nome.

É bom lembrarmos que Deus é criador de tudo e tem a prerrogativa sobre todas as coisas, como afirma o Salmo 24:

Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam“.

Sendo Deus o Criador de tudo, é justo que toda a criação e todas as coisas dêm louvor e glória a Deus (Apocalipse 4:11); por isso ele mesmo nos conduz para que sejamos como ele quer que sejamos.

Na oração do Pai Nosso em Mateus 6:9 Jesus diz “Santificado seja o teu nome”. Deus zela por seu próprio nome (Êxodo 20:5) e age de modo que seu nome seja santificado na terra.

Em João 17:19 há uma prova cabal de que Deus tem total interesse na nossa santificação, ou seja, que caminhemos na verdade:

E a favor deles eu me santifico a mim mesmo, para que eles também sejam santificados na verdade.”

E assim, Deus continua agindo de maneira a transformar pecadores em ovelhas e os santifica, os guia pelas veredas da justiça de modo que glorifiquem o seu Santo e bendito nome.

Fonte: Teomídia

Postagem Original: http://blog.teomidia.org/guia-me-pelas-veredas-da-justica-salmo-23/

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Right Menu Icon
%d blogueiros gostam disto: