Estudos Bíblicos Estudos da Semana Teologia Sob Medida Últimas Notícias

Ensinando às crianças de nossa igreja

Ensinando às crianças de nossa igreja
Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Se nossas crianças devem dar continuidade ao empunhar a tocha do evangelho, fica claro que o investimento neles é um assunto imperioso.

O papel dos pais

Os mandamentos na Bíblia com relação ao ensino das crianças sempre foram dados aos pais. Eles são os responsáveis por ensinar a verdadeira religião a seus filhos e transmitir as verdades de Deus à geração seguinte:

“O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais, não o encobriremos a seus filhos; contaremos à vindoura geração os louvores do SENHOR, e o seu poder, e as maravilhas que fez. Ele estabeleceu um testemunho em Jacó, e instituiu uma lei em Israel, e ordenou a nossos pais que os transmitissem a seus filhos, a fim de que a nova geração os conhecesse, filhos que ainda hão de nascer se levantassem e por sua vez os referissem aos seus descendentes; para que pusessem em Deus a sua confiança e não se esquecessem dos feitos de Deus, mas lhe observassem os mandamentos;” – Salmos 78:3-7

Receba Estudos no Celular!

O ensino da Palavra de Deus às crianças é feita, progressivamente e repetidamente, durante anos, no convívio diário dos pais com seus filhos, “delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.” – Deuteronômio 6.7

O dia a dia, com suas circunstâncias inusitadas e acontecimentos corriqueiros, forjará oportunidades ímpares de ensino, que uma mãe piedosa não perderá!

Richard Baxter aconselha, aos pais, aproveitarem cada momento para infundir nos filhos o temor do Senhor:

“Em todas as suas falas sobre Deus e Jesus Cristo, as Escrituras Sagradas, a vida vindoura ou qualquer dever santo, falem, sempre, com seriedade e reverência, como quem fala das coisas de grande importância, de grande estima em assuntos sagrados, pois isso impressiona a consciência deles. Isso é como plantar semente de santidade nelas.” – Conselho aos Pais Para Pastorear seus Filhos – Richard Baxter, editora Shedd Publicações

O culto doméstico também tem um papel fundamental em forjar o caráter de Cristo em nossos filhos. É ali, no aconchego do lar, todos os dias, que nossos filhos são treinados a amar, conhecer e servir o Deus de seus pais. No culto doméstico, também, temos a oportunidade de ensinar as nossas crianças a se comportar no culto público de maneira adequada e reverente. Crianças que não sabem respeitar o momento solene de adoração com a “assembleia dos santos”, demonstram que precisam ser treinadas mais amiúde por seus pais, no culto doméstico, a entender que quando a Palavra de Deus é aberta, quando se eleva o coração a Deus em oração, é momento de profundo respeito e silêncio.

Ensine seus filhos a amar as coisas referentes ao reino de Deus!

Se você não ama, profundamente, o Evangelho e não vive de forma adequada a ele, dificilmente os seus filhos e seus alunos serão afetados pelos seus ensinos. A fé deve transformar-se em atitudes, reações, sentimentos e deve reger todas as esferas da nossa vida. Somente, desta forma, conseguiremos atingir os coraçõezinhos de nossos pequenos.

“A fé dos pais deve compreender que Deus deseja tomar posse dos filhos como seus próprios filhos. A fé dos pais deve alcançar e envolver seus filhos. Quando os pais se convencem de que seus filhos são indubitavelmente filhos da promessa, terão a esperança e a coragem para a tarefa de instruí-los na terra com a perspectiva de sua herança celestial.” – As Bases Bíblicas Para o Batismo Infantil – D. H. Smallville, editora Os Puritanos

A igreja deve amar e ajudar as suas crianças!

No culto público

Se entendemos que os nossos filhos devem dar continuidade ao empunhar a tocha do evangelho neste mundo, se ansiamos por ver o reino de Cristo florescendo, mesmo depois de nossa partida, então fica claro que o investimento neles é um assunto absolutamente imperioso. E a Igreja tem um papel fundamental na formação do caráter cristão dos filhos dos crentes. Eles já vêm de um lar que vive e respira amor e respeito ao Senhor, e no domingo, serão lembrados de que fazem parte do povo de Deus, do povo da aliança, do povo do pacto! No domingo, serão instruídos pelo ministro do evangelho, juntamente com toda a família no vulto público:

“Tocai a trombeta em Sião, promulgai um santo jejum, proclamai uma assembleia solene. Congregai o povo, santificai a congregação, ajuntai os anciãos, REUNI OS FILHINHOS, E OS QUE MAMAM, saia o noivo da sua recâmara, e a noiva, do seu aposento.” – Joel 2:15-16

Como a igreja pode ser uma bênção para as crianças na hora do culto? Acolhendo-as e ajudando os seus pais no que for possível! Devemos nos lembrar que as crianças pequenas estão passando por uma fase de treinamento. Elas estão aprendendo a se manter quietas diante do Grande Rei e Senhor de toda a terra! Este pode ser um processo demorado. A igreja precisa compreender e ajudar aos pais não promovendo brincadeira e distração para as crianças e, ao mesmo tempo, não fazendo cara feia quando elas choram ou atrapalham um pouco.

É obvio que os pais precisam ter bom senso e, se perceberem que o barulho está demais, retirarem-se, por um pouco, para atender às necessidades da criança e, talvez, se necessário, corrigi-la. Mas a igreja, muitas vezes, não tem paciência e quer que crianças pequenas se comportem como adultos. Devemos amar os nossos pequenos e desejar tê-los conosco no momento mais precioso da semana: o momento onde o povo de Deus se encontra para adorá-lo!

Nas classes de Escola Bíblica Dominical

Muitas de nossas igrejas, infelizmente, têm se tornado semelhantes a escolas, creches ou parquinhos. Muitas vezes, nós, professoras de EBD, temos gasto mais tempo distraindo e entretendo as crianças do que, propriamente, ensinando a Palavra de Deus a elas. Queridas professoras: lembrem-se do que viemos fazer na igreja todo domingo! Estamos aqui para, neste dia específico, em que todo o povo de Deus, em toda parte do mundo, juntamente, dedica-se aos exercícios espirituais, para adorar e aprender do Senhor. Este é o Dia da Feira da Alma, como diziam os Puritanos. Portanto, precisamos aproveitar cada oportunidade deste maravilhoso dia para alimentar a alma dos pequenos crentes!

Não subestime a capacidade de aprender de seus alunos!

“Filhos criados na igreja necessitam ouvir o evangelho, nos mínimos detalhes, tanto quanto os adultos necessitam.” – O Evangelho Para os Filhos da Aliança – Joel Beeke, editora Os Puritanos

Eu ficava consideravelmente irritada quando tinha filhos pequenos e visitava alguma igreja que não levava a sério o ensino para as crianças na EBD. Meus filhos tinham 8, 9 anos e na escola já estudavam inglês, francês e hieróglifos egípcios, mas na EBD cantavam “Sou uma florzinha de Jesus”. Parecia que tinham, ainda, dois aninhos. Alguns professores não consideravam que ali estavam mentes argutas, sedentas de informações cada vez mais profundas e que fizessem sentido.

Se deixarmos de considerar que as crianças estão em franco desenvolvimento e necessitam ser trazidas para cima, para o mundo adulto, deixaremos de nutri-las com alimento sólido que proporcionará um crescimento saudável e as “enganaremos” com leite ralo.

O mundo entende isso! O mundo dá oportunidades e desafios às crianças. E nós, na EBD e até em casa, temos menosprezado o ensino profundo das Escrituras, por acharmos que elas não entenderão. Ledo e mortal engano… as nossas crianças podem entender as coisas espirituais, muito mais do que imaginamos. E esta falta de alimento sólido pode, inclusive, afastá-las do evangelho em certa altura. Se elas procuram respostas para as dúvidas e conflitos de suas almas, e encontram apenas palha, desenhos e divertimento, pode chegar uma hora em que elas não desejem mais ouvir sobre as grandezas do Cristianismo!

Em seu maravilhoso livro O Evangelho para os Filhos da Aliança, Joel Beeke nos incentiva a falar sobre todas as grandes verdades do evangelho às nossas crianças, desde a mais tenra idade:

“Ensine quem é Deus, como Ele é…

Ensine sobre a seriedade do pecado…

Enfatize a vileza do pecado…

Indique-lhes o que a Bíblia diz a respeito do pecado não abandonado… as crianças precisam saber que estão em situação de perigo quanto ao inferno e que este é um lugar terrível…

Ensine que é preciso nascer de novo

Ensine que o sangue expiatório de Jesus Cristo é o único caminho para a salvação…

Ensine sobre santificação e santidade…

Ensine sobre o regozijo celestial na bem-aventurança de estar com Deus, os santos anjos e todos os redimidos…”

Portanto, queridas professoras e mães, preparemo-nos para ensinar as nossas crianças como quem se prepara para a guerra, para uma grande tarefa de resgate!

Escolhendo materiais consistentes

Se você deseja ensinar, com profundidade,  a riqueza do evangelho a seus filhos e alunos, precisa se cercar de boas ferramentas! Existem dezenas de materiais no mercado que tratam dos assuntos espirituais para crianças como coisa séria.

Procure estudar as histórias bíblicas que irá contar, com um olhar mais acurado. Vá além da história. A Bíblia não é um livro de historinhas para distrair crianças! Por trás de cada narrativa, existem ensinamentos e verdades tão profundas que nos fariam admirar! Cada relato, dado, genealogia ou explanação foram colocados ali pelo próprio Deus, portanto, destina-se a ensinar algo sobre a Sua pessoa e o Seu santo caráter. Tornamos, o ensino aos pequeninos, infinitamente mais transformador e poderoso, quando identificamos, por trás de cada história, a revelação de um Deus santo que deseja que Seu povo o conheça de perto. Esta mudança de perspectiva pode transformar a vida de seus alunos, e não somente dar-lhes informações e contextos históricos.

Tratar a Palavra de Deus como fonte de vida pode gerar frutos duradouros e maduros para o Corpo de Cristo. E mais que isso, vai trazer a revelação do evangelho aos filhos da aliança, gerando salvação em nosso meio!

Dica de material:

A Editora Monergismo tem um currículo que explora o Antigo e o Novo Testamento, contando as histórias em seu contexto, com palavras chave, interligando as histórias bíblicas de forma cronológica.

Outro excelente recurso é o ensino de catecismos para as crianças. Os catecismos foram feitos em forma de perguntas e respostas, visando abordar de forma não exaustiva a maior parte das doutrinas cristãs.

Fonte: Teomídia

Postagem Original: http://blog.teomidia.org/ensinando-as-criancas-de-nossa-igreja/

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Right Menu Icon
%d blogueiros gostam disto: