Cidadania e Política Estudos Bíblicos Estudos da Semana Teologia Sob Medida Últimas Notícias

Dez características de seitas cristãs

Dez características de seitas cristãs
Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Joseph Mattera

Há muitos grupos derivados do Cristianismo que se revelam como seitas heréticas. Por causa da falta de discernimento bíblico, muitas pessoas são vítimas deles.

Uma das seitas mais populares que têm muitas das seguintes características é a Torre de Vigia, mais conhecida como as “Testemunhas de Jeová.” Muitos também incluiriam grupos religiosos aberrantes como a Cientologia (fundada por L. Ron Hubbard), assim como muitas outras entidades religiosas numerosas demais para mencionar aqui.

Receba Estudos no Celular!

Mais recentemente, uma participante nova e jovem de nossa igreja foi vítima de um grupo sectário do Cristianismo. Esse grupo ao qual ela se afiliou tem todos os sinais de ser uma seita religiosa. O objetivo que tenho com este artigo é ajudar os pais, familiares e amigos a identificar os sinais e/ou características das seitas religiosas.

Verdadeiramente, qualquer grupo que seja verdadeiramente cristão e bíblico não teria de voltar a essas táticas extremas para recrutar e manter seguidores (o Espírito Santo e as igrejas verdadeiras não se engajam nas seguintes práticas manipulativas coercivas).

A seguir estão 10 características:

Eles se aproveitam de jovens vulneráveis.

Muitas vezes, as seitas têm estratégias de divulgação em dispositivos móveis em universidades, para que possam visar jovens assustados e inseguros que buscam uma identidade e uma comunidade de amigos para obter estabilidade emocional.

A estratégia de divulgação é móvel ou transitória porque os funcionários da faculdade são frequentemente alertados sobre suas táticas de seita que não são compatíveis com os tradicionais clubes (religiosos) das universidades (eles precisam estar em movimento para não serem pegos e fechados!).

Bombardeio de amor.

Bombardeio de amor é um termo usado para descrever o esforço que as seitas fazem inicialmente com potenciais convertidos, estabelecendo uma forte ligação emocional com eles. Isso inclui constantemente mostrar-lhes atenção, carinho, dando-lhes palavras de afirmação e usando as palavras “comunidade” e “amor.”

O objetivo, é claro, é fazer com que seu potencial convertido adote esse novo grupo como sua principal identidade familiar — substituindo, assim, sua família biológica e qualquer família espiritual ou igreja com a qual eles são afiliados.

Isolamento social.

Depois que o novo iniciado se converte e entra em sua comunidade religiosa, eles são sobrecarregados com inúmeras atividades e reuniões religiosas para garantir que não terão tempo para outras atividades ou afiliações.

Eles também recebem um mentor ou líder espiritual que irá desencorajá-los de qualquer envolvimento externo com o objetivo de isolá-los totalmente de todos os outros relacionamentos fora de sua nova comunidade.

Controle mental e programação

Entre todas as longas reuniões, atividades incessantes, microgerenciamento de sua vida social, táticas de exclusão social e doutrinação constante, o resultado é uma forma de controle mental e programação social.

Eles afirmam que sua comunidade religiosa (ou igreja) é a única igreja verdadeira.

Esse é talvez o maior sinal inicial de perigo.

Quando qualquer igreja ou grupo — especialmente aqueles sem uma presença histórica dos primeiros séculos do Cristianismo — afirma ser a única igreja verdadeira, tem de demonstrar desilusão e decepção com os fundadores do referido grupo religioso, já que Jesus vem construindo a Sua verdadeira igreja há mais de 2000 anos desde Sua ressurreição.

Nenhuma consideração pela história da igreja.

Juntamente com o ponto anterior, as seitas religiosas muitas vezes têm uma visão distorcida sobre a história da igreja que não dá para apoiar com conhecimento cristão respeitável e tradicional.

Falsa doutrina.

Invariavelmente, a maioria das seitas não apenas tem práticas aberrantes de controle da mente, mas também adota alguma forma de doutrinas heréticas a respeito da salvação, a divindade de Cristo, a pessoa do Espírito Santo, a existência do inferno e outras doutrinas bíblicas fundamentais.

Muitas seitas como as Testemunhas de Jeová acreditam que Jesus é um ser criado e não Deus o Filho. Eles acreditam que o Espírito Santo é uma força e não a terceira pessoa do Deus trino, que as almas perdidas são aniquiladas no inferno, e que a salvação é por boas obras (testemunhar e ir de porta em porta para ser um dos poucos escolhidos céu).

O líder é idolatrado.

Muitas vezes, o líder de uma seita religiosa — seja falecido ou vivo — é quase adorado e idolatrado como um grande profeta ou santo.

Numerosos ex-membros compartilham histórias traumáticas de abuso.

Comum à maioria das seitas religiosas, existem numerosos testemunhos disponíveis nas redes sociais, no YouTube e em literatura impressa com depoimentos de ex-membros sobre controle mental, isolamento social, abuso mental ou espiritual, isolamento social e outras práticas manipulativas que resultam em experiências traumáticas.

Falta de transparência financeira.

As seitas religiosas estão envoltas em segredos com relação ao seu sistema de governo, registros de membros, protocolos de liderança e gastos financeiros.

Muitas seitas raramente divulgam como são gastas as contribuições que recebem. A maioria das igrejas legítimas realiza reuniões de negócios anuais que mostram aos membros fieis como seus recursos são gastos.

Em conclusão, minha oração é que este artigo resulte em mais discernimento para os seguidores de Cristo, para que muitos possam ajudar seus amigos e familiares e pessoas que eles conhecem por acaso a escapar da escravidão das seitas e a entrar na liberdade espiritual do verdadeiro corpo de Cristo.

Fonte: Juliosevero.blogspot.com

Postagem Original: http://juliosevero.blogspot.com/2018/11/dez-caracteristicas-de-seitas-cristas.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Right Menu Icon
%d blogueiros gostam disto: