Cidadania e Política Igreja Perseguida Últimas Notícias

Milhares de jovens em um país que sofreu sob uma ditadura comunista por quase 60 anos em Cuba estão tendo sua primeira visão da Palavra de Deus com seus próprios olhos. O missionário Tim Todd, da Missão ‘Revival Fires International’ voltou recentemente de uma viagem à ilha, após passar nove dias, distribuindo os primeiros 50.000 exemplares de bíblias, que integram o projeto ‘Verdad para Jóvenes’ (‘Verdade para Jovens’). “A maioria desses jovens que estavam recebendo as Bíblias, receberam a primeira Bíblia que eles já viram em suas vidas”, ele compartilhou. Todd se emocionou ao relatar a reação daqueles jovens cubanos ao pegar seu primeiro exemplar da Bíblia nas mãos. “E então eles as seguraram como se fosse um pedaço de ouro, bem perto do peito”, relatou. As bíblias trazem também em suas páginas, alguns estudos com desenhos em formato de romance em espanhol cubano, que tratam de questões que fazem parte do cotidiano da juventude, como a pressão dos colegas, a pornografia e o suicídio. “A resposta foi incrivelmente animadora”, diz Todd. “Os jovens adoram as histórias em quadrinhos na parte da frente, que lidam com a verdade sobre as coisas que eles enfrentam todos os dias”. Segundo o evangelista, muitas das Bíblias foram para amigos de membros da igreja no país empobrecido. E mesmo que o governo tenha enviado espiões não tão secretos para observar o que estava acontecendo, Todd diz que não estava nem um pouco preocupado. “Já temos permissão do Departamento Cubano de Assuntos Religiosos, do Conselho Cubano de Igrejas e do Conselho Bíblico Cubano para distribuir publicamente essas Bíblias para 1,4 milhão de jovens em Cuba”, observa. Mas Todd sabe que o tempo este é o tempo de aproveitar a oportunidade, pois o futuro ainda é incerto no país. “Não sabemos por quanto tempo esta porta em Cuba estará aberta”, diz ele, “mas enquanto estiver aberta, vamos passar por esta porta”.

Milhares de jovens em um país que sofreu sob uma ditadura comunista por quase 60 anos em Cuba estão tendo sua primeira visão da Palavra de Deus com seus próprios olhos. O missionário Tim Todd, da Missão 'Revival Fires International' voltou recentemente de uma viagem à ilha, após passar nove dias, distribuindo os primeiros 50.000 exemplares de bíblias, que integram o projeto 'Verdad para Jóvenes' ('Verdade para Jovens'). "A maioria desses jovens que estavam recebendo as Bíblias, receberam a primeira Bíblia que eles já viram em suas vidas", ele compartilhou. Todd se emocionou ao relatar a reação daqueles jovens cubanos ao pegar seu primeiro exemplar da Bíblia nas mãos. "E então eles as seguraram como se fosse um pedaço de ouro, bem perto do peito", relatou. As bíblias trazem também em suas páginas, alguns estudos com desenhos em formato de romance em espanhol cubano, que tratam de questões que fazem parte do cotidiano da juventude, como a pressão dos colegas, a pornografia e o suicídio. "A resposta foi incrivelmente animadora", diz Todd. "Os jovens adoram as histórias em quadrinhos na parte da frente, que lidam com a verdade sobre as coisas que eles enfrentam todos os dias". Segundo o evangelista, muitas das Bíblias foram para amigos de membros da igreja no país empobrecido. E mesmo que o governo tenha enviado espiões não tão secretos para observar o que estava acontecendo, Todd diz que não estava nem um pouco preocupado. "Já temos permissão do Departamento Cubano de Assuntos Religiosos, do Conselho Cubano de Igrejas e do Conselho Bíblico Cubano para distribuir publicamente essas Bíblias para 1,4 milhão de jovens em Cuba", observa. Mas Todd sabe que o tempo este é o tempo de aproveitar a oportunidade, pois o futuro ainda é incerto no país. "Não sabemos por quanto tempo esta porta em Cuba estará aberta", diz ele, "mas enquanto estiver aberta, vamos passar por esta porta".
Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Fred pede aos cristãos que não parem de orar pela unidade da igreja perseguida.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

Um cristão do Quênia, que tem vivenciado forte perseguição, viu um verdadeiro massacre acontecer em sua frente. Ele presenciou 147 pessoas, principalmente cristãos, serem mortas por terroristas muçulmanos. O ataque aconteceu na Universidade de Garissa.

Ele, que sobreviveu ao ataque, salientou que assim como Jesus, a Igreja também seria perseguida. “Jesus disse que sua igreja sofreria perseguição, mas não seria derrotada. Ele nos disse que isso ocorreria. Se perseguiram a Jesus, você deve saber que nosso dia está chegando”, colocou.

Segundo o cristão, existe uma necessidade importante, cristãos ao redor do mundo precisam interceder em união, para que os cristãos perseguidos enfrentem com fé tais desafios.

Receba Estudos no Celular!

Ele esclarece: “Muitos irmãos e irmãs em outros países estão presos, com fome, sem ter o que vestir, escravizados, doentes, com crianças sem ir à escola e sendo perseguidos por causa da fé em Jesus. Não podemos permitir essa situação”, afirmou.

Ele ainda diz que os cristãos não devem ficar “quietos vendo tais injustiças e dizendo ser problemas deles”. O jovem ressalta que é preciso que o cristão lembre quem ele é, corpo de Cristo.

“Devemos ser um com eles. Quando uma parte do corpo está com dor, o corpo todo sofre”, pontuou o jovem sobrevivente. A Portas Abertas também alerta: “Esses irmãos não podem levantar suas vozes, então nós devemos usar nossa liberdade para ajudar, encorajar e estar com eles”.

Por fim, o sobrevivente diz: “Você não pode se permitir continuar calado. O mínimo que você pode fazer é se unir como família e orar por nossos irmãos e irmãs que enfrentam perseguição. O Senhor pode te guiar enquanto você ora, apoia e fala pelos que não têm voz”, finalizou.

Fred estará no Brasil para testemunhar o que tem vivenciado. Ele decidiu não se calar, mas compartilhar sua história e desafios com outros cristãos. O sobrevivente chega no dia 19 de setembro e fica até o dia 8 de outubro, estando nas cidades de São Paulo (SP) e João Pessoa (PB). Interessados em levar o cristão para sua igreja deve entrar em contato com a Portas Abertas.

Fonte: Guia-me

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/mundo-cristao/cristao-que-viu-mais-de-140-mortos-em-ataque-pede-para-igreja-nao-continuar-calada.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba