Mídia Tendenciosa

Dicas para escrever à mídia

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Seja rápido – Responda enquanto o assunto ainda estiver “fresco” em sua mente. O ideal é tentar enviar sua carta em até 24 horas após a publicação do artigo.

Seja claro – Se você não consegue resumir sua mensagem em uma ou duas sentenças ela não está clara o suficiente em sua mente. Faça uma lista bem definida, em termos não ambíguos, do que você deseja comunicar.

Seja específico – Por que o artigo foi injusto? Ele mostrou falta de contexto, relato desequilibrado, ou omissão de fatos-chave? Por exemplo: “Seu relato, inapropriadamente, baseou-se apenas em fontes pró-palestinas, não refletindo a posição israelense”.

Receba Estudos no Celular!

Seja conciso – A maioria das publicações não imprimirá uma carta para o editor com mais de 250 palavras. E os editores tendem a publicar cartas que não exijam muito tempo para serem resumidas

Seja focado – Um artigo pode conter numerosas ocorrências de tendenciosidade, mas foque sua crítica em apenas um ou dois pontos. É melhor explicar completamente um ponto do que cinco inadeqüadamente.

Saiba o objetivo – Você quer que sua carta inspire a mídia a mudar. Quando possível, solicite a publicação de uma correção baseada nas questões que você apontou. Uma boa maneira de terminar sua carta é perguntar: “Posso esperar que os senhores repensem sua política editorial a respeito desse assunto?”

Peça uma resposta – Faça com que a mídia saiba que há uma conseqüência para reportagens tendenciosas – mesmo que essa conseqüência seja ter que responder centenas de e-mails! Você poderia terminar sua carta, dizendo: “Eu apreciaria uma resposta, explicando porque vocês permitiram que um artigo tão tendencioso aparecesse em sua excelente publicação”.

Detenha-se nos fatos – Preserve a integridade da “Campanha pela Reportagem Honesta” mantendo seus comentários polidos e respeitosos. Linguagem hostil ou super-emocionada é contra-produtiva. Esta não é a forma ou o lugar corretos para externar suas frustrações.

Escreva como um indivíduo interessado – Mencionar que você faz parte de uma campanha organizada pode diminuir o impacto de sua carta.

Envie cópias (utilize o CC ou o BCC do seu e-mail) – Maximize seus esforços, enviando uma cópia da mensagem não apenas ao editor, mas também aos jornalistas que escreveram a matéria, a políticos e autoridades que tenham relação com o tema.

Inclua informações para contato – Antes de publicar sua carta, a maioria dos meios de comunicação costuma verificar se ela é autêntica. Lembre-se de incluir seu nome completo e o número da sua cédula de identidade. Informe seu cargo ou título (se aplicável: Dr. Prof. etc.), endereço e horários para contato caso forneça seus telefones.

Acompanhe – Quando possível, faça o acompanhamento com uma ligação telefônica ao editor responsável pela publicação das cartas de leitores, para perguntar se sua mensagem será publicada. Se o editor não se lembrar dela, ofereça-se para lê-la pelo telefone.

Mantenha-nos informados – Sempre que você receber uma resposta à sua mensagem (exceto uma simples confirmação de recebimento), por favor, mande-nos uma cópia juntamente com sua correspondência original.

(http://www.beth-shalom.com.br – Extraído de: http://www.honestreporting.com)

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.