Estudos Bíblicos Psicologia

Alguns Mitos e Fatos sobre o Psicologismo Moderno

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

“E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém;” – Romanos 1:28

Pr Miguel Ângelo Luiz Maciel

Receba Estudos no Celular!

 

“E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém;” – Romanos 1:28

A psicologia (logos= estudo, psiquê=alma), jamais fez jus ao título que assumiu, quase

em usurpação. Também jamais representou o estudo da alma, mas sim a consolação

humanista direcionada às mentes pervertidas, desculpando-as em seus erros e

tornando-as ainda mais deploráveis. Sendo pseudo-ciência  é tida como “verdadeira”,

“razoável” e “bondosa”, inclusas as opiniões dos pastores modernos, liberais e

pragmáticos que a mimetizam com a pregação ou a enfrentam pusilânimes, enquanto a

igreja sucumbe ante os seus galanteios, devorando-as tal qual lobo em pele de cordeiro.

Têm-na os pregadores do “evangelicalismo” de auditório, semelhante ao de show de calouros, como ferramenta de auxílio à Palavra de DEUS e mesmo com substituta ao

próprio Espírito Santo, retirando-Lhe os atributos devidos como Pessoa de DEUS.

Assim pensa todo aquele que se tornou conivente com a apostasia, negando a

suficiência das Escrituras para a vida prática dos nascidos novamente, os que a tudo

discernem espiritualmente, os salvos (I Coríntios 2:14-16).

Tendo a mente de Cristo, o cristão verdadeiro não pode coadunar com os seguidores

desta religião humanista e esperar aceitação de DEUS. Os que defendem e usam desta 2

religião do egoísmo, a qual prefiro chamar psicologismo – a auto adoração da alma humana corrompida com suas concupiscências – invertem e pervertem os valores

bíblicos (Isaías 5:20) não podem atentar para uma vida de santidade (I Tessalonicenses 4:7; Hebreus 12:14; III João 1:11), pois seguem mentiras contrárias às Sagradas

Escrituras.

Não é preciso estudar medicina, ser um especialista ou mesmo muito esforço para

perceber que a Bíblia, a fé cristã e o Espírito Santo são antagônicos do psicologismo

moderno. Eis abaixo alguns fatos, perfeitamente verificáveis, encobertos pelos que

defendem esta filosofia quem tem por pai ao Diabo e por mãe a religião da Evolução.

Nosso objetivo é alertar os eleitos de DEUS para que não se deixem contaminar com

esta que é um dos mais bem disfarçados filhotes do inferno, nascido no colo de

filosofias ímpias e rebeldes (“cães”), pensamentos gnósticos (“feiticeiros”),

comportamentos pervertidos (“se prostituem”), concepções contrárias à vida e abortivas

(“homicidas”), alvos egoístas (“idólatras”) e apologia do erro  (“amam e cometem

mentira”). OS que abraçarem esta causa não estarão em pé diante do SENHOR:

“Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os

idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.” – Apocalipse 22:15 (ênfase minha)

Mito 1: A correção física dada à criança a tornará despreparada para a vida social

quando se tornar adulta, tornando-a violenta.

Fato: A correção física ensina à criança que há conseqüências danosas para os

seus atos incorretos. Adultos que jamais foram corrigidos, estes sim, se tornam

despreparados para a vida em sociedade.

“O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga” –

Provérbios 13:24 3

Existem vários textos na Bíblia que ensinam que os pais devem corrigir os filhos se

amá-los. A Bíblia considera um ato de amor repreender a criança com castigos físicos

(uso da vara), para que ela desde cedo aprenda a realidade do limites e das leis

naturais das conseqüências de seus atos, tornando-as mais predispostas a serem

adultos responsáveis. Deixando-as sem correção crescerão acreditando que seus atos,

quaisquer que sejam, não devolverão a elas as conseqüências danosas de suas

irresponsabilidades.

Os  psicologistas, no entanto, procuram confundir (na mente dos pais e dos

desavisados) o espancamento desordenado e brutal com a correção física moderada,

consciente, amorosa e Bíblica. Conseguem então angariar adeptos fervorosos,

geralmente os que se empolgam com qualquer modismo psicologista, crendo que os

tornarão mais destacados nesta sociedade corrompida. Para isso eles agem em

contrário à Palavra de Deus que nos diz:

“Nos lábios do entendido se acha a sabedoria, mas a vara é para as costas do falto de

entendimento.” – Provérbios 10:13

“A estultícia está ligada ao coração do menino, mas a vara da correção a afugentará

dele.” – Provérbios 22:15

“Não retires a disciplina da criança; pois se a fustigares com a vara, nem por isso

morrerá. Tua fustigarás com a vara, e livrarás a sua alma  do inferno” – Provérbios

23:13-14

4

“O açoite é para o cavalo, o freio para o jumento, e a vara para as costas dos tolos.” –

Provérbios 26:3

“A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma envergonha

a sua mãe. Castiga o teu filho, e te dará descanso; e dará delícias à tua alma.” –

Provérbios 29:15

O cuidado e amor o de DEUS são comparados ao amor de pais que disciplinam seus

filhos fisicamente, para o próprio bem deles. (Hebreus 12:5-11).

A Bíblia nunca defendeu a idéia de que os pais devem espancar os filhos até a morte,

como afirmam os psicologistas. Isto é uma maneira desonesta de tratar a questão, a fim

de que a filosofia humanista e auto-centralizada no egoísmo humano seja colocada

acima da Palavra de DEUS.

Basta verificar que, após as décadas de 60 e 70, depois que o psicologismo adentrou

salas de ensino, escolas, lares e igrejas defendendo a ausência da aplicação para as

crianças do senso causa/efeito, erro/castigo, crime/condenação, pecado/juízo os

crimes, a violência, a rebeldia infanto-juvenil aumentaram absurdamente. Isso em razão

das crianças terem sido deixadas à mercê da suas próprias irresponsabilidades,

tornando-se cada vez mais abertas ao tipo de violência desenfreada que as leva a

pensar que não tem necessidade alguma de desenvolver qualquer tipo de

responsabilidades e podem fazer o que bem entenderem, já que não serão levadas a

enfrentar qualquer tipo de conseqüências. O próprio sistema as defende em seus atos

criminosos, fortalecendo ainda mais a corrupção a qual se entregam. Isto é demoníaco!

Se fossem corrigidas desde pequenas saberiam que na sociedade e na vida decisões

levam a caminhos diversos. Os psicologistas encobrem os fatos, com a única razão de

propalarem sua própria religião humanista, egoísta, pervertida – o hedonismo

centralizado na própria humanidade. Fazendo do ser humano um “deus” eles criam 5

monstros que desprezam os valores morais, a família, a sociedade e a principalmente a

DEUS.

Porquê os “estudiosos”  psicologistas não mostram que estes mesmos

espancadores(as), violentos(as), assassinos(as) e homossexuais abusadores(as) de

crianças são os(as) mesmos(as) que durante a infância receberam dos ensinamentos

do  psicologismo? São os mesmos que cresceram sem limites, cujos egos foram

massageados com todo tipo de perturbação mental, alimentados com todo tipo de autoidolatria hedonista, foram ensinados que não existe DEUS, necessidade de salvação,

juízo e castigo e nunca foram levados a conhecerem o DEUS da verdade, o DEUS da

Bíblia. Evidentemente isto destruiria tudo o que eles defendem. Por isso não divulgam o

próprio lixo que produzem, colocando-o debaixo do tapete das suas arrogantes

filosofias falidas.

Mito 2: A sociedade e o estado são responsáveis pela educação das crianças.

Fato: Os pais são os grandes responsáveis pela educação dos filhos.

Uma sociedade é tão forte quanto a sua compreensão de lar e família os pais possam

vir a ter, desenvolver e viver.

“Estas palavras que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos

e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e

levantando-te. ” – Deut. 6:6-7

6

Em nossa sociedade dominada pela maldição da influência psicologista moderna, o

Estado permite todos os tipos de relacionamento e ações pecaminosoas:

relacionamento sexual desenfreado, homossexualismo, pedofilia, crianças

abandonadas pelos pais, aborto, desde que a felicidade do “cliente” seja posto em

primeiro plano. Essa egolatria destrói o país, envergonha a nação e enfraquece a vida

como um todo, pois é contrária aos valores da família, ao ensino dos pais, às verdade

bíblicas e ao juízo de DEUS.

Nossa sociedade é hipócrita o suficiente para amar os filmes em que meninas pré

adolescentes seduzem homens mais velhos, enquanto condena os que praticam esta

atitude na vida real, fechando os olhos para as conseqüências da mentira que eles

mesmos pregam. Quando o Estado assume a educação dos filhos que é devida aos

pais, barreiras e limites morais são derrubadas e o resultado é a formação de indivíduos

animalescos e sem afeto natural (I Timóeto 3:1-5).

Mito 3: Psicólogos são essenciais para a melhoria de vida da sociedade.

Fato: Depois da proliferação das filosofias psicologistas que se infiltraram na

humanidade, os crimes, violência, a sodomia, a bestialidade e os

comportamentos animalescos somente aumentaram.

A religião da Evolução diz que os homens não passam de animais e por isso a

humanidade vem agido cada dia mais como tal. Um dos mais amados filhotes da

evolução, o psicologismo, não tem ajudado a resolver problemas. Na verdade, em

pouco mais de 100 anos o psicologismo tem fracassado vez após vez, teoria após

teoria. Problemas sociais, emotivos, de relacionamento e existenciais só tem piorado

(Romanos 1:28-32). E a Psicologia só tem ajudado a aumentá-los. Se você duvida

visite qualquer hospital psiquiátrico e comprove por si mesmo.

7

“Dizendo-se sábios tornaram-se loucos.” – Romanos 1:22

Perceba que não vemos reportagens sérias e honestas sobre as mortes horríveis dos

que se entregam à sodomia, pois a mídia somente divulga o lado “bonito” e “saudável”

deste crime hediondo contra DEUS, contra o organismo, contra a sociedade e contra a

família. Da mesma forma, os que defendem o psicologismo possuem aversão aos fatos

e à realidade das conseqüências criadas pelas teorias que defendem.

Mito 4: Sigmund Freud era um gênio e deve ser amado, seguido e imitado.

Fato: Freud era um homem sem DEUS, frustrado e que carregava ódio em seu

coração pelo cristianismo.

Freud abriu seu consultório em um Domingo de Páscoa, pouco respeitava a religião em

geral e é fato histórico que odiava o cristianismo em particular. Se auto-intitulava “judeu

completamente ímpio” e “irremediavelmente pagão”. Nutria um sentimento doentio de

vingança desde que, quando criança, viu seu pai que era  judeu ser humilhado em

público por crianças pseudo-cristãs. O idoso homem não reagiu aos impropérios e à

lama que cobriu-lhe as vestes e Freud entendeu a atitude do pai como vergonhosa

sujeição, jurando que um dia se vingaria. Tratou de defender todas as religiões como

neurose e para ele o cristianismo deveria ser banido com uma ilusão, gerada do medo

que o homem primitivo sentia do desconhecido universo.

Jay E. Adams nos explica assim: “Ninguém está dizendo que Freud ou suas crenças

produziram doença nos pacientes. Tudo o que se pode dizer de Freud é que suas

idéias encorajaram pessoas irresponsáveis a persistirem em sua irresponsabilidade e a

aumentá-la. Ele deu sua aprovação à conduta irresponsável e a fez respeitável. Suas

idéias são iatrogênicas (geradoras da necessidade de terapia) somente em que elas 8

podem produzir complicações secundárias. Freud não fez com  que as pessoas se

tornassem irresponsáveis; mas forneceu uma fundamentação racional, filosófica e

pseudo-científica para as pessoas usarem a fim de justificar-se. Freud é uma causa dos

males da sociedade moderna somente como um fator causante de complicações, não

como causa básica daqueles males. A causa última é o pecado.”

1

Por isso a Bíblia nos diz que enquanto o homem não confessa o seu pecado

envelhecem os seus ossos e somente quando ele os confessa e os deixa poderá

encontrar a paz que tanto procura (Salmos 32:3-5). Desviando-se dessas verdades os

homens seguem sus própria natureza, encontrando corrupção, dor e angústia (Salmos

53:1-3; Romanos3:10-18).

Freud não era um gênio. Era apenas um homem rancoroso, inconfesso, depravado,

perdido. Quem o segue cairá nos mesmos erros e andará pelos mesmos caminhos

tortuosos. Eis a advertência Bíblica para os que seguem Freud e seus asseclas

(mesmo os que se dizem crentes salvos):

“Deixai-os; são condutores cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na

cova.” – Mateus 15:14

Mito 5: A Educação Melhora com a atividade Psicologista nas Escolas e Órgãos de Educação.

Fato: A Educação oferecida pelo Estado está destruída,  sucateada, quase

moribunda em razão da utilização das filosofias Psicologistas.

9

Minhas palavras podem parecer fortes, mas não devem ser recebidas contra aquelas

pessoas que lutam, se esforçam e amam dar a vida pela educação formal. Há muitos

homens e mulheres que merecem nossa admiração, mas é por eles mesmos que

clamamos. Os professores são surrados em sala de aula, enquanto o Estado faz vistas

grossas para a destruição contínua da educação formal.

Esse caos se iniciou com a infiltração e aceitação da filosofia evolutiva educacional de

Jean Piaget, que defendia a formação da educação infantil pela estrutura cognitiva

experimental. Ou seja, não se deve dizer à criança sobre a realidade, sobre as

responsabilidades, corrigi-la ou efetuar cobranças demasiadas. Antes deve-se conhecer

o caráter da criança, deve-se permitir que o caráter dela se desenvolva por si só,

deixando que ela siga suas próprias tendências emocionais. Professores, pais, pastores

não devem cansar a criança, contrariá-la, ofendê-la, dizer a ela o que é certo ou errado.

Deve-se deixar que ela decida por si mesma. Pensando que é um “deus” as crianças

crescem como bestas feras, tais quais os fictícios e fantasiosos ancestrais da

imaginação dos evolucionistas. Basta olhar para a situação  atual das crianças, os

jovens e os adolescentes de nossa sociedade. Só não vê os resultados quem

realmente se faz de cego. Se as coisas não vão bem hoje, imagine daqui há algumas

décadas. Se os professores são espancados à luz do dia, quem pode dizer o que nos

espera: estupros, assassinatos, carnificina ?

Da mesma forma que os homens do passado, quando deixavam de assumir as

responsabilidades por seus filhos e se deixavam levar por suas próprias deliberações,

as conseqüências tem se mostrado terríveis. Basta observar os  exemplos de Eli (I

Samuel 2:12 a 4:22) e de Davi (I Reis 1:5-9; 2:12-25), dentre alguns que podemos citar.

 

“Porque eu já lhe fiz saber que julgarei a sua casa para sempre, pela iniquidade, que

ele bem conhecia, porque fazendo-se os seis filhos execráveis, não os repreendeu.” – I

Samuel 3:13

10

“E nunca seu pai o tinha contrariado, dizendo: Porque fizeste assim?” – I Reis 1:6a

O juízo de DEUS virá sobre aqueles que fazem tropeçar os pequeninos que deviam ser

ensinados a crer em Jesus Cristo e não em si mesmos (Lucas 17:2). E esse juízo se

inicia no momento em que se colhe os resultados de toda semente má que foi plantada.

Mito 6: Carl Jung foi um gênio, transformando e fundamentando o psicologismo

em matéria analítica com bases científicas, levando todos a reconsiderarem a

importância da religião na vida do indivíduo.

Fato: Jung era um praticante de religiões pagãs, um gnóstico, envolvido em xamanismo (feitiçaria) e consulta aos mortos (demônios).

Jung apenas introduziu conceitos filosóficos orientais em técnicas de psicanálise,

transformando-a de religião ateísta para religião mística e gnóstica. Ele insistia em

trabalhar com uma dimensão transcendente de consciência, procurando unir o intelecto

à mentalidade intuitiva. Também considerava a existência de um inconsciente coletivo,

universal. Desenvolveu pesquisas tentando demonstrar geneticamente que todo

homem possui um conjunto de caracteres psicologistas femininas, qual chamou

“anima”, e que toda mulher possui em si um conjunto de características psicologistas

masculinas, ao que chamou “animus”. As experiências paranormais de Jung são

diabólicas: “….todas as noites conversava, ainda acordado, comum espírito de nome

Philemon, que possuía uma atmosfera egipcia gnóstica”.

2

“Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas tendo comichão nos

ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E

desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” – II Timóteo 4:3-4 11

Dave Hunt e T. A. MacHamon nos dão algumas explicações: “O psiquiatra Carl. C.

Jung, que Morton Kelsey elevou ao nível de líder cristão e santo, acreditava que as

imagens formadas na mente eram tão reais quando aquelas produzidas por objetos

externos. Profundamente envolvido com o ocultismo, chegando a participar de sessões

mediúnicas para comunicação com os mortos…A feitiçaria, sob rótulos ‘científicos’ já se

tornou parte integral de nossa sociedade moderna. Há um esforço consciente de fundir

a ciência com o xamanismo…[divulgado por] ‘biólogos, físicos, psiquiatras e

neurocientistas com pajés ameríndios e africanos, lamas tibetanos, místicos sufistas,

mestres de Zen e especialistas das artes marciais’…Quase ninguém relaciona esse tipo

de atividade com sua origem pagã quando ela parece vestida em terminologia

psicológica com um curso de ‘desenvolvimento pessoal’, uma fita de autohipnose…seminário de Atitude Mental Positiva…ou de motivação para o sucesso de

executivos. Fica ainda mais difícil de reconhecer o que o  xamanismo é realmente

quando é ingenuamente apresentado por líderes cristãos com aparente apoio bíblico.”

3

É realmente um desastre espiritual que muitos pastores, embora bem intencionados

mas infelizmente muito mal informados, estejam utilizando tais técnicas e defendendo

tais filosofias em suas igrejas.

 

Conclusão

É preciso decidir. Os dois caminhos não podem estar corretos, um dos dois deve estar

errado. Ou a Palavra de Deus e seus ensinos (portanto o próprio DEUS) estão certos e

os psicologistas ateístas evolucionistas-hedonistas e errados, ou então ocorre o

contrário.

Nenhum pai consciente de suas responsabilidades deixará de educar seu filho com os

limites antigos (Provérbios 22:28), prezando pelos valores morais que são a base da

família, que por sua vez é o fundamento da sociedade sã e bem estruturada. Nenhuma 12

mãe que realmente ame o seu filho deixará de dizer que ele está errado, quando se

fizer necessário. Somente os “sábios” da religião evolucionista e do psicologismo

permitem, defendem e sonham em criar uma sociedade tão desestruturada como eles

mesmos. Sem valores morais, sem limites, sem repreensões, sem a Bíblia e sem

DEUS.

Talvez o elo perdido que tanto procurem no passado, na verdade ainda está sendo

formado na atualidade por eles mesmos. São os “homens-bestiais” que agem como

tais. Talvez daqui alguns anos sejam vistos homens e mulheres cometendo torpezas

em público, em plena luz do dia, como cães sem alma. Homens e mulheres odiosos e

que odeiam DEUS e suas verdades assolam as fileiras da educação com pretextos de

tornar a sociedade melhor e mais bem preparada. Não é  o que vemos! Antes,

estarrecidos, comprovamos as terríveis conseqüências desses ensinos anti-bíblicos.

Não está na hora de tomarmos dessas concepções ateístas, evolucionistas, diabólicas

e fazê-las voltarem para o lugar de onde saíram, o lixo e a lama? Retiremo-las das

igrejas, das escolas e da sociedade ou nuca veremos qualquer resultados benéficos.

Se estes conceitos não morrerem no coração da sociedade, então é a sociedade que

morrerá com os olhos vendados, afundada no lamaçal da ignorância espiritual.

Que tal as escolas públicas passarem a ensinar a Bíblia, fazerem orações antes das

aulas e ter acompanhamento de pastores que rejeitam a psicologia mas ensinam a

verdade a eles e aos pais?

Mas se você ainda se deixa confundir, saiba que DEUS o Criador (portanto também sua

Palavra) é sempre verdadeiro e o homem (criatura) não passa de um mentiroso

(Romanos 3:4; João 17:3). Haverá um dia que, o homem receberá o resultado de sua

rebeldia contínua. DEUS derramará os Seus Justos Juízos sobre a terra (Apocalipse

9:1-21). Infelizmente, mesmo assim eles não se arrependerão (Apocalipse 9:21).

Portanto, saiba que a única reposta é ir a Jesus Cristo, pois Ele é o único que pode dar

o consolo e o descanso que a alma precisa (Mateus 11:28-30). Se você se pergunta o 13

que deve então fazer a resposta de Pedro e Paulo, a mais de dois mil anos atrás, chega

até você:

“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de

Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do espírito Santo.” – Atos

3:3

“E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e será salvo, tu e a tua casa.” – Atos

16:31

Clame por DEUS e por Seu perdão e Ele te ouvirá. Jesus Cristo é a única esperança

para você, para seus filhos. Creia n’Ele e não naqueles que conduzem o mundo para

um caminho de morte (Provérbios 14:12; 16:25). Você precisa chegar a uma conclusão.

As conseqüências, serão eternas.

Notas:

1

ADAMS, Jay E. Conselheiro Capaz. Editora Fiel. SP. Página 34.

2

JUNG, Franz. Revista Ano Zero n.º 6. Rio de Janeiro. Outubro de 199, página 38.

3

HUNT, Dave e McMAHON. T. A. A Sedução do Cristianismo. Chamada da Meia Noite.

RS. Página 143, 144.

Veja mais em Neopentecostalismo

Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Deixe um Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.