Cidadania e Política Fim dos Tempos Apocalipse Últimas Notícias

“Não há lugar para se esconder”: estudo chocante revela como o Twitter e o Facebook ficam sabendo de informações pessoais sobre você — mesmo que você NÃO tenha uma conta

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Faça Sua Parte - Compartilhe!

Reuters e Annie Palmer do Dailymail.com

Um novo estudo revelou que sites de mídia social, inclusive o Facebook e o Twitter, podem ficar sabendo de uma quantidade chocante de informações sobre os usuários, mesmo que eles não tenham uma conta.

Pesquisadores da Universidade de Vermont descobriram que essas plataformas precisam apenas de acesso a oito de seus contatos de uma só vez para inferir informações sobre você.

Receba Estudos no Celular!

Esse fato veio à tona enquanto as empresas gigantescas do Vale do Silício enfrentam um maior escrutínio sobre suas práticas de coleta de dados e se os usuários têm controle suficiente sobre suas informações privadas.

“Você sozinho não controla sua privacidade nas plataformas de mídia social,” disse Jim Bagrow, matemático da Universidade de Vermont que liderou a pesquisa publicada na revista Nature Human Behavior.

“Seus amigos também têm uma palavra a dizer.”

Bagrow e sua equipe usaram modelos estatísticos para analisar dados de mais de 30 milhões de posts no Twitter disponíveis publicamente feitos por quase 14.000 usuários.

Embora o estudo tenha focado no Twitter, dava para coletar as mesmas informações de posts de outras mídias sociais, como o Facebook, desde que haja acesso a eles, disse Bagrow.

Eles revelaram que os algoritmos de aprendizado de máquina têm a capacidade de inferir com até 64% de precisão a palavra que um usuário tinha mais probabilidade de escrever em seguida, com base no que ele e as pessoas com as quais ele interagia mais frequentemente haviam publicado anteriormente.

Os níveis de precisão caíram apenas três por cento, para 61 por cento, quando os algoritmos foram alimentados com texto postado apenas por amigos, de acordo com o estudo.

Se um usuário não tiver uma conta, o algoritmo pode extrair informações de até 8 ou 9 contatos de um indivíduo para prever o comportamento do usuário, revelou o estudo.

Os pesquisadores acreditam que o conteúdo postado pelos amigos de um usuário fornece cerca de 95% da “precisão preditiva potencial” necessária para obter informações sobre uma pessoa “sem exigir os dados do indivíduo.”

“Não há lugar para se esconder em uma rede social,” disse Lewis Mitchell, co-autor do estudo, em um comunicado.

Desde filiação política a práticas de compra e séries de televisão favoritas, informações compartilhadas online por amigos e contatos poderiam ser potencialmente usadas para deduzir muitos aspectos da vida de uma pessoa, disse Bagrow.

 “As informações são tão fortemente incorporadas em uma rede social que, em princípio, pode-se traçar um indivíduo a partir de seus laços sociais disponíveis, mesmo quando o indivíduo abandona completamente a plataforma,” escreveram os pesquisadores no estudo.

O Twitter se recusou a comentar. Seu diretor de proteção de dados global, Damien Kieran, disse ao Congresso dos EUA em setembro que a empresa acreditava que a privacidade era um direito fundamental.

O Facebook, que adapta o conteúdo e os anúncios com base na atividade do usuário, disse que não cria perfis sobre usuários que não são do Facebook.

Tanto o Twitter quanto o Facebook permitem que os usuários controlem e excluam dados e informações relacionadas às suas contas.

No ano passado, o Facebook, a maior rede social do mundo, foi atingido por revelações de que a empresa de consultoria britânica Cambridge Analytica havia adquirido indevidamente dados sobre milhões de usuários dos EUA para mirar a publicidade eleitoral.

Fazer o download de seus dados de usuário arquivados do Facebook pode revelar uma lista completa de pontos de dados desde sobrancelha, desde seus registros de chamadas pessoais, até mensagens de texto, bem como sua localização sempre que você fizer login no site.

Para baixar seus dados, primeiro faça o login na sua conta do Facebook.

No canto direito do seu feed de notícias, deve haver uma seta que exibe um menu suspenso.

A partir daí, clique em “Configurações” e clique em “Fazer download de uma cópia dos seus dados do Facebook” na parte inferior da tela.

Isso levará você a uma nova página, onde você pode clicar em “Iniciar meu arquivo” para obter uma cópia do que você compartilhou no site, bem como quaisquer dados pessoais coletados.

O Facebook pode orientá-lo a digitar sua senha, bem como seu e-mail, para que ele possa notificá-lo quando seu arquivo estiver pronto para download.

Pode levar vários minutos dependendo de quantos dados você tem e por quanto tempo você é usuário do Facebook.

Por exemplo, se você é usuário do Facebook há mais de uma década, pode demorar até 10 minutos para a empresa enviar seus dados.

Depois de receber seus arquivos, as informações são divididas em seções como informações de contato, mensagens de texto, mensagens do Facebook, anunciantes e muito mais.

Fonte: Blog Julio Severo

Postagem Original: http://juliosevero.blogspot.com/

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Right Menu Icon
%d blogueiros gostam disto: