Cidadania e Política Últimas Notícias

Mais de meio milhão de pessoas se entregaram a Jesus no Paquistão em 2018

Mais de meio milhão de pessoas se entregaram a Jesus no Paquistão em 2018
Hotel em Promoção - Caraguatatuba

O número foi relatado pelo evangelista Chris Mikkelson, que prega o Evangelho em algumas das nações mais difíceis e perigosas do planeta.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

Chris Mikkelson é um dos mais atuantes pregadores da atualidade, cujos sermões são claramente marcados com a presença, poder e autoridade de Deus, pelos quais multidões são salvas, curadas e libertas. Seu campo missionário é o Oriente Médio, onde só no Paquistão teve mais de 500 mil pessoas que entregaram suas vidas a Cristo em 2018.

O Ministério de Mikkelson é marcado por milagres de cura e libertação, que confirmam a mensagem do evangelho que ele prega.

Depois de fazer parte do Ministério de Daniel Kolenda, por quem foi treinado, Mikkelson começou a viajar para a Índia, Sri Lanka, Paquistão com grandes cruzadas. No início, o ajuntamento era de cerca de 5000 pessoas, que foi crescendo rapidamente.

Receba Estudos no Celular!

“Em 2017, uma grande porta se abriu para o Paquistão e para grandes cruzadas naquele país. “Vimos meio milhão de pessoas virem a Jesus Cristo para o receber como Senhor e Salvador no Paquistão em 2018”, relata.

Vida transformada

Em 2006, Mikkelson e a esposa Amanda tiveram uma virada radical em suas vidas, até então repletas de festas e viagens, tendo Mikkelson chegado ao tráfico de drogas. “Eu estava vivendo um estilo de vida muito selvagem. Eu sabia tudo sobre Jesus porque cresci na igreja. Minha mãe continuava orando por mim porque eu estava perdido. Então, em 2006, a irmã da minha esposa foi salva e a convidou para ir à igreja com ela”.

Mikkelson conta que fazia parte de um enorme grupo de motoqueiros. “Nós simplesmente não nos importamos com a vida. Andávamos em alta velocidade pela estrada, apenas vivendo no momento, sem me importar com mais nada”, lembra. Mas a insistência da cunhada fez com que ele e a esposa fossem a igreja em um domingo.

Naquele culto, Mikkelson conta que ouviu o pastor convidando a todos para retornarem na quarta-feira, mas não foi essa a mensagem. “Por qualquer motivo, decidimos voltar. Eu sei que foi o Espírito Santo. Voltamos na noite de quarta-feira. E para nossa supressa, nós aparecemos no culto errado. Mas Deus tinha um plano em tudo isso”.

Aquele culto era para dependentes de drogas e álcool. Mikkelson conta que enquanto o pastor falava sobre o pecado, como drogas e álcool, que era o estilo de vida dele e da esposa, o Espírito Santo apenas começou a tocar seus corações.

“Eu senti que Deus tinha um plano melhor para mim; que eu não estava vivendo para o Senhor. Olhei para cima, Amanda chorava ao meu lado. Não havia necessidade de esperar até o culto. Nós decidimos que íamos começar a seguir Jesus. E isso foi realmente o começo”, conta.

Mikkelson conta que não se libertou da vida que levava imediatamente. Mesmo indo à igreja, continuava a beber e a fumar, ainda que menos. Mas não estava completamente convertido. Ele conta que um dia decidiu entregar-se a Cristo completamente. “E então eu apenas fiz uma oração dentro do carro. Deus eu quero segui-lo 100%. Essa foi a minha verdadeira oração de arrependimento”.

Mikkelson contou à esposa Amanda que só queria seguir Jesus. “Eu terminei com meu estilo de vida errado”, disse a ela, que respondeu: “Ok, eu quero fazer isso com você”.

Cruzadas evangelísticas

Após todos esses anos, Mikkelson hoje é um dos mais proeminentes evangelistas da atualidade. Ele realiza cruzadas evangelísticas, próximo ao Oriente Médio, que são frequentadas por centenas de milhares, onde muitos ouvem o evangelho pela primeira vez e recebem a salvação em Cristo.

Mikkelson conta que seu ministério começou por causa de seu desejo de falar de Jesus para as pessoas. “Nós apenas amamos a Jesus. E nós queríamos que todos soubessem sobre ele”.

Ele conta que não sabiam como pregar o evangelho. “Eu nunca tinha pregado antes. Eu não me via como orador público e não me via fazendo isso. Mas Deus tem um jeito engraçado de pegar coisas que são tolas no mundo e confundir os sábios com elas. E essa passou a ser a minha nova história de vida”.

Mikkelson conta que foi estudar no Cristo para as Nações, em Dallas. “Nós vendemos um monte de nossas coisas, incluindo a moto para pagar a escola. Nós apenas dissemos: ‘Deus, vamos, vamos apenas correr atrás de Jesus por alguns anos, aprender o máximo que pudermos sobre Ele’”.

Novos rumos

Os estudos em Dallas terminaram em 2009. “Eu me inscrevi para fazer parte da equipe de evangelismo. Eu queria aprender a compartilhar minha fé. Porque toda vez que eu tentava compartilhar minha fé, era um desastre. Eu tinha paixão, mas não tinha as ferramentas e não sabia o que fazer”.

Ele conta que em sua primeira experiência nas ruas estava muito nervoso, e não queria falar com ninguém. Mas depois daquela primeira noite de evangelização, pensou: “É tão simples, basta sair e orar pelas pessoas. Então o Espírito Santo falou comigo tão claramente sobre um homem. Ele me deu uma palavra profética sobre ele. Eu comecei a compartilhar essa palavra e ele começou a chorar sem parar”.

Aquela experiência de evangelismo fez Mikkelson se decidir pelo ministério. Ele conta que o homem recebeu Jesus como Salvador, arrependendo-se totalmente e voltando para o Senhor. “Depois disso, eu disse: ‘Deus, isso é tudo que eu quero fazer, eu só quero contar às pessoas sobre Jesus’”.

O começo do chamado evangelístico foi quando amigos de Mikkelson diziam para ele que Deus os mostrava pregando em lugares distantes para multidões. “Durante todo o resto da minha escola bíblica, toda vez que alguém orava por mim, eles começavam a profetizar sobre ministério como o de Reinhard Bonnke e as cruzadas e Daniel Kolenda”.

Mikkelson achava que era muito pequeno para ministérios grandiosos como daqueles evangelistas.

Mas o tempo determinado por Deus chegou. Um amigo fez um convite para que ele fizesse parte do Ministério de Kolenda. “Chris, acabei de receber um telefonema hoje de manhã de um amigo que é um evangelista, e ele precisa de um assistente pessoal, seu nome é Daniel Kolenda”.

Daniel Kolenda foi direto com Mikkelson. “Ouça, estou disposto a treiná-lo para ser um evangelista”.

“Foi a oportunidade mais incrível de poder crescer e aprender com os melhores do mundo”. Viajaram e trabalharam juntos por alguns anos, até receber a bênção para trabalhar em seu próprio ministério.

Kolenda disse: “Tome o que você aprendeu e lance suas próprias cruzadas”. Assim, em 2015, eu e minha esposa começamos nossa organização sem fins lucrativos.

Fonte: Guia-me

Postagem Original: https://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/mais-de-meio-milhao-de-pessoas-se-entregaram-jesus-no-paquistao-em-2018.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba