Famílias dos estudantes mortos a tiros na Escola Sandy Hook ganham vitória legal em processo contra InfoWars e Alex Jones

Famílias dos estudantes mortos a tiros na Escola Sandy Hook ganham vitória legal em processo contra InfoWars e Alex Jones
Hotel em Promoção - Caraguatatuba

Seis famílias processaram Alex Jones e InfoWars por difamação, entre outras reivindicações.

Faça Sua Parte - Compartilhe!

Aaron Katersky

Comentário de Julio Severo: Alex Jones, com seu InfoWars, informa sobre assuntos importantes para a direita americana. Mas, de acordo com a reportagem abaixo, ele parece ter um defeito grave: gosto por teorias de conspiração. Esse gosto está lhe custando caro, pois ele perdeu um processo movido por famílias de estudantes mortos numa escola americana. Para Jones, essas mortes foram encenação. Fica uma lição importante para direitistas: Notícia é uma coisa, teorias de conspiração é outra e pode dar processo. Leia a notícia do WND (WorldNetDaily), um dos maiores sites conservadores do mundo:

Seis famílias de vítimas mortas na Escola de Ensino Fundamental Sandy Hook obtiveram uma vitória legal na sexta-feira em sua luta contra a polêmica personalidade de rádio e internet Alex Jones.

Receba Estudos no Celular!

Um juiz em Connecticut atendeu aos pedidos das famílias por revelações, permitindo-lhes acesso, entre outras coisas, aos documentos financeiros e de marketing interno da Infowars.

O juiz agendou uma audiência na próxima semana para decidir se permite que os advogados dos queixosos façam Jones depor sob juramento.

Os queixosos incluem os pais de cinco filhos que iam à escola, bem como membros da família da professora de primeiro grau Victoria Leigh Soto e a diretora Dawn Hochsprung, de acordo com um comunicado dos advogados dos queixosos.

De acordo com o comunicado, os queixosos alegam uma “longa campanha de declarações falsas, abusivas e ultrajantes em que Jones e outros acusados desenvolveram, amplificaram e perpetuaram alegações de que o massacre ocorrido na Escola Sandy Hook foi encenado e que as 26 famílias que perderam seus filhos amados naquele dia são atores pagos que falsificaram as mortes de seus parentes.”

O comunicado também diz que “as ações de Jones submeteram as famílias e os sobreviventes dos assassinatos a tiros em Sandy Hook a confrontos físicos e assédio, ameaças de morte e ataques pessoais nas mídias sociais.”

“Desde o início, alegamos que Alex Jones e sua rede financeira traficaram mentiras e ódio para lucrar com a dor das famílias de Sandy Hook. É isso que pretendemos provar, e a decisão de hoje avança nesse esforço,” Chris Mattei, um dos advogados que representam as famílias, disse no comunicado. “Esperamos ganhar acesso aos documentos financeiros e de marketing internos de Infowars para mostrar que Jones construiu um império como nada além de um homem que sabe se aproveitar de conspirações, como alegado em nossa queixa.”

Jones tentou rejeitar o processo.

“Os queixosos sofreram uma tragédia horrível,” escreveu seu advogado de defesa, Jay M. Wolman, em uma moção para rejeitar a ação legal. “Alex Jones e Infowars não são responsáveis por essa tragédia. Puni-los pela livre expressão, protegida pela Primeira Emenda da Constituição dos EUA, sobre esse assunto de interesse público não trará de volta as vidas perdidas.”

Wolman não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários da ABC News.

A decisão do juiz obrigando a revelação dos fatos dá aos queixosos acesso a qualquer comunicação que Jones teve sobre o massacre ocorrido na escola que fica na cidade de Newtown e a documentos que podem apontar para o funcionamento interno de Infowars.

Fonte: Julio Severo

Postagem Original: http://juliosevero.blogspot.com/2019/01/familias-dos-estudantes-mortos-tiros-na.html

Divulgação: Eis-me Aqui!

Hotel em Promoção - Caraguatatuba
Right Menu Icon